Hidratação Desmaia Cabelo Caseira 


Desmaia Cabelo Forever Liss é muito sucesso e inspirada nela chegamos nessa receita de hidratação caseira para cabelos ressecados, com frizz ou para quem busca o efeito 'desmaio' dos fios. Os ingredientes são potentes e agem como hidratação e nutrição, olha só:

Máscara de tratamento: Optem por máscaras de hidratação ou nutrição.

Bepantol solução: O Dexpantenol é altamente hidratante para cabelos e pele. Você pode usar os genéricos (Probentol, Bepantrix...), eles são mais baratos que o Bepantol e fazem o mesmo efeito.

Leite de coco: Possui vitamina E, que nutrem profundamente, também contém proteínas que fazem uma reconstrução super leve. O leite de coco dá elasticidade e força os fios. Receitas de hidronutrição com leite de coco 

Óleo vegetal: Ele é fundamental para o efeito desmaia cabelo. Além de nutrir, o óleo vegetal ajuda a 'selar' as cutículas dos fios de cabelo. Recomendo o óleo de rícino, que dá um efeito imediato no cabelo, mas olhem as contra-indicações antes de usar. Pode ser também óleo de coco, azeite de oliva, o importante é ser 100% vegetal.


VOCÊ VAI PRECISAR DE:

2 colheres (sopa) de máscara de tratamento
1 colher (sopa) de Bepantol solução
1 colher (sopa) de leite de coco
1/2 colher (chá) de óleo vegetal

Misture todos os ingredientes até obter uma consistência bem homogênea

COMO USAR A HIDRATAÇÃO DESMAIA CABELO CASEIRO

Recomendo uma lavagem com shampoo de limpeza profunda antes de usar a desmaia cabelo caseira ou a cada 15 dias. Essa lavagem ajuda a evitar o efeito build up (acumulo de resíduos de produtos no cabelo), que deixa os fios opacos, sem movimento e ainda impede a penetração dos tratamentos nos fios de cabelo .

Após lavar e retirar o excesso de água com o auxílio de uma toalha, aplique nossa desmaia cabelo mecha a mecha nos fios. É importante enluvar bem todo o comprimento dos fios. Coloque uma touca (vale sacolinha do mercado também) e aguarde 30 minutos. Enxágue abundantemente e condicione. 

Qual a quantidade certa de produto que seu cabelo precisa?




Não dá o maior desespero quando você erra a mão e acaba colocando no cabelo uma quantidade bem maior de produto do que ele precisa? Os fios ficam pesados, oleosos, sem movimento e as vezes até com aspecto de sujo. Pra consertar, só lavando outra vez ou apelando pro shampoo a seco que, no fundo, só substitui um problema por outro...
Comigo isso já aconteceu várias vezes e é sempre decepcionante perceber que não chegou nem perto do efeito que tinha planejado.
Cansada desse tipo de desilusão amorosa, comecei a pesquisar qual era a quantidade correta para produtos de cabelo (como mousse, leave-in e mascara hidratante). Descobri truques bem legais que usam comida e objetos (tipo grão de arroz e moeda) como referência para nunca mais errar.
Fica aí uma tabela simplificada dos principais produtos de cabelo:


As ilustrações são de Jenny Yuen e Tara Rice para Cosmopolitan
É claro que essas são só referencias aproximadas e você não precisar pegar um ovo na mão, por exemplo, pra ver se tá colocando a quantidade certa de mousse no cabelo, né?
Você só precisa ter uma ideia na cabeça pra não exagerar na dosagem…


Leave-in caseiro para cabelos cacheados


Muitas vezes chamado de umidificador, nosso leave-in caseiro é um creme sem enxágue, super leve e maravilhoso para devolver vida e brilho ao cabelo.  Essa receita caseira é fácil e os ingredientes são bem econômicos. É uma boa opção para conseguir mais um day after e para quem quer cachos mais definidos. Liberado para no e low poo!

Umidificador caseiro

5 ml de Yamasterol
1/2 colher de chá de azeite de oliva extra virgem
50 ml de água
1 frasco spray


Modo de preparo: coloque o creme Yamasterol no recipiente, adicione o azeite de oliva e misture bem. Adicione a glicerina e misture novamente. Coloque a água e agite bastante.
Aconselho a fazer essa quantidade na primeira vez, se você usar bastante e com frequência poderá fazer em maior proporção na próxima vez. Por que? Não é recomendado armazenar misturas caseiras por muito tempo, pois pode ocorrer contaminação por fungos ou bactérias. Então, armazene por no máximo 10 dias e em local fresco e seco.

Modo de uso

Por se tratar de um produto sem enxágue, você pode usar após lavar e condicionar ou nos day afters para umidificar e hidratar os fios. A glicerina é um agente hidratante que vai potencializar o Yamasterol, e o pouquinho de azeite vai ajudar a dar maleabilidade e brilho aos fios. Pode usar sem medo (mas sem exagero, ok?) que não vai pesar nos fios.

Resultado

O produto deixa o cabelo mais hidratado e brilhoso, além de ajudar a reduzir o frizz e na definição dos cabelos cacheados. Você vai notar que com o uso frequente o cabelo vai ficando cada vez mais hidratado e com aspecto saudável, principalmente as pontas.


TOP 5 ÓLEOS PARA COMBATER A QUEDA DE CABELO  
Resultado de imagem para imagem de top de óleos vegetal





  • ÓLEO DE COCO -  Tem o poder de penetrar no interior da haste do cabelo, impedindo a perda de umidade. com isso os cabelos ficam menos suscetíveis aos danos, ficam densos e fortes. 
como usar: Massageie um pouco de óleo de coco morno em seu couro cabeludo e também no comprimento dos fios. deixe agir de 1 a 2 horas e depois retire com o método UCPE  ou lave com um shampoo suave sem sulfatos fortes. não precisa retirar todo o óleo na lavagem.

Resultado de imagem para imagem de óleo de coco



  • AZEITE DE OLIVA EXTRA VIRGEM - O azeite é uma fonte natural de vitaminas e nutrientes, os quais são necessários para o crescimento saudável do cabelo e para evitar a queda com a aplicação regular de óleo de oliva, seus cabelos vão ter a nutrição necessária para ter vida e crescer de forma saudável.
como usar:  coloque uma pequena quantidade de óleo em um recipiente e aqueça em banho maria aplique em todo o couro cabeludo e massageie por uns 5 minutos e deixe agir por 2 horas também pode dormir com ele na cabeça e retirar pela manhã. para retirar o óleo recomendo o metodo UCPE ou voce pode lavar com shampoo suave.

Resultado de imagem para imagem de azeite de oliva extra virgem



  • ÓLEO ESSENCIAL DE LAVANDA - O óleo de lavanda aumenta a circulação do sangue no couro cabeludo e também apresenta propriedades anti-bacterianas que mantém o couro cabeludo livre de infecções, além de melhorar a saúde do seu cabelo.
como usar:  misture 3 gotas de óleo de lavanda, 3 gotas de óleo de alecrim e 2 gotas de óleo de tomilho misture tudo e faça um teste: aplique uma pequena quantidade da mistura em uma pequena região de seu couro cabeludo para ver se ocorre alguma reação indesejada. se nenhuma reação adversa ocorrer, massageie a mistura em seu couro cabeludo todas as noites durante 5 minutos, certificando-se de ter bem aplicada bem em toda extensão da cabeça.

Resultado de imagem para imagem de  ESSENCIAL DE LAVANDA




  • ÓLEO DE RÍCINO - Esse óleo já é o queridinho de muitas meninas cacheadas para tratar os cabelos. tem propriedades antibacterianas e anti-fúngicas e que ajudam contra a foliculite, caspa e em infecções do couro cabeludo.como tem elevado teor de ácido ricinoleico, ele ajuda a aumentar a circulação no couro cabeludo. com isso diminui a queda e melhora o crescimento dos cabelos.
como usar: Pode ser usado puro ou diluido em azeite de oliva ou óleo de coco. coloque uma pequena quantidade de óleo em um recipiente e aqueça em banho maria. aplique bem em todo o couro cabeludo, e massageie por 5 minutos e deixe agir por 2 horas. ( eu prefiro utilizar ele puro diretamente no couro cabelo não aqueço não, coloco em um recipiente como por exemplo embalagens de cremes vazio que tenha bico na hora da aplicação fica mais fácil pois o bico fica no couro cabeludo).
Resultado de imagem para imagem de óleo de rícino




  • ÓLEO VEGETAL DE ALECRIM - Além de combater a queda capilar, o óleo de alecrim é tonico , estimulante,anti-séptico,adstringente combate a caspa. A umectação com óleo de ricino ainda vai fazer o cabelo crescer mais rápido e agir contra a queda de cabelo e se voce nunca usou o óleo de coco no cabelo, recomendo que teste por que é incrivél o efeito. Ah, depois me contem o que acharam!  
  
Resultado de imagem para imagem de óleo vegetal de alecrim




Shampoo de Cebola Caseiro, Receita e                                                   Beneficios


Resultado de imagem para imagem de xampu de cebola


Indicado para acelerar o crescimento dos cabelos, o shampoo de cebola caseiro, também conhecido popularmente como “shampoo bomba“, pode ser feito de diversas formas diferentes. Algumas receitas, além da cebola, também utilizam café, guaraná em pó e Bepantol, entre outros ingredientes. O essencial é que a receita escolhida seja executada de forma fiel, preservando as quantidades de ingrediente indicadas e respeitando o modo de fazer.
Nesse artigo, especificamente, vamos falar sobre o shampoo de cebola caseiro natural tradicional, que pode ser feito por qualquer pessoa que tenha os ingredientes em casa. Além da vantagem de ter um potente shampoo que ajuda no crescimento dos cabelos, com o shampoo de cebola você tem um “cosmético” que pode ser feito em sua residência gastando muito pouco, já que os ingredientes possuem, todos eles, valor acessível.

Quer saber como fazer, como funciona e quais são os benefícios do shampoo caseiro? Então, fique atento às dicas, informações e curiosidades que temos para você nesse post! Veja abaixo:

• Shampoo de cebola: funciona?

Ao ver o nome “shampoo de cebola“, talvez a primeira questão que surge na cabeça do leitor é: será que isso funciona mesmo? Então, vamos ao esclarecimento: de acordo com as pessoas que já testaram o shampoo natural caseiro, a dica realmente funciona para problemas como queda de cabelo e presença de caspas e oleosidades. Além disso, a receita também funciona para deixar o cabelo mais limpo e com mais brilho.

Sabe por que o shampoo de cebola funciona? Porque a cebola é um ingrediente que contém propriedades que fazem bem ao cabelo, como é o caso do enxofre, dos minerais, do magnésio, do potássio, do cálcio e dos nutrientes e vitaminas. Além disso, a cebola é um ingrediente que também possui propriedades medicinais, como antiqueda, anti-caspa, anti-fungal, antibacteriano, alivia a irritação do couro cabeludo e é um anti-resíduo natural.


• Shampoo de cebola: como fazer?

Para fazer a receita do shampoo caseiro, você precisará de:
Ingredientes
– 300 ml do shampoo de sua preferência

– 1 cebola inteira


Modo de Fazer


1) Coloque o shampoo dentro de um pote (para poder misturar);
2) Pique a cebola inteira em pedaços pequenos (ou coloque no liquidificador);
3) Misture os dois ingredientes;

4) Deixe a mistura descansar por, pelo menos, 10 dias para utilizar o shampoo.


• Shampoo de cebola: benefícios 

O shampoo de cebola apresenta diversos benefícios para quem utiliza a fórmula natural, tais como:
– Ajuda no tratamento e é indicado para pessoas que perdem muito cabelo ou tem o problema capilar identificado;
– É um bom shampoo para pessoas que sofrem com problemas como cabelos oleosos demais ou que, mesmo depois de lavados, não têm aspecto de limpo;
– A fórmula natural é excelente para indivíduos que apresentam problemas com oleosidade e/ou caspa;
– Além de ajudar a manter o cabelo mais limpo e auxiliar no crescimento capilar, o shampoo de cebola também é um poderoso antibacteriano que ajuda a proteger o couro cabeludo;
– Outra característica benéfica do shampoo é a anti-fungal, que evita a presença de fungos nos cabelos e no couro cabeludo;

– Por fim, o shampoo de cebola natural também é excelente para tornar os cabelos mais fortes e impedir que eles quebrem.


         shampoo de babosa


     Resultado de imagem para imagem de xampu de babosa


O shampoo de Aloe vera amacia, fortalece e rejuvenesce os cabelos, enquanto elimina detritos e bactérias do couro cabeludo. Pode ser usada no cabelo por várias maneiras, sendo que a opção mais popular é comprar o shampoo ou condicionador à base de babosa, vendo também sob forma de creme ou gel para cabelo. A Aloe, quando atua diretamente nos cabelos, hidrata profundamente e ajuda a melhorar as condições de saúde dos fios, equilibra o pH do couro cabeludo, reduz a oleosidade do cabelo, hidrata cabelos secos e repara fios danificados. Além disso, o gel das folhas da babosa pode até estimular o crescimento do cabelo em alguns casos, ou, pelo menos, impedir o desenvolvimento da calvície, além de melhorar a condição do couro cabeludo. Promove a nutrição dos cabelos A babosa nutre e fortalece os cabelos secos ou danificados com proteínas. Ao penetrar o eixo do cabelo, o shampoo e o gel de Aloe vera pode curar cada componente a partir de dentro, restaurando a beleza natural do cabelo. A babosa também reforça a camada externa do cabelo, o que resulta em cabelos mais 


brilhantes e maleáveis. O condicionador, shampoo ou simplesmente o gel das folhas de babosa devem ser aplicadas no cabelo e devem agir por cerca de 30 minutos antes de enxaguar. Loção Corporal de Aloe Vera Nutricosmético Anti-Celulite Colágeno Hidrolisado com Vitamina C Aloe Vera Orgânica Shampoo de Aloe Vera Concentrado Combate a caspa e promove a regeneração da calvície Pesquisadores egípcios mostraram que o gel de babosa não só ajuda a combater a caspa, mas também ajuda a regenerar o cabelo em pessoas com calvície seborreica (seborreia). Este tipo de calvície é causado pela formação de escamas no couro cabeludo oleoso. A Aloe também protege o couro cabeludo dos efeitos adversos do sol e do vento. O tratamento de queda de cabelo pode ser feito com o uso do gel de uma folha de babosa pode ser aplicado diretamente no couro cabeludo ou utilizados na forma de shampoo (xampu) ou condicionador. O crescimento do cabelo costuma demorar um pouco, mas irá acontecer assim que o couro cabeludo da pessoa for curado. No caso da calvície ser causada por fatores genéticos (alopecia androgenética), a Aloe vera pode retardar a queda de cabelo. Equilibra o PH do couro cabeludo O shampoo de babosa, por equilibrar naturalmente o pH do couro cabeludo, é recomendado para todos os tipos de cabelo, incluindo o cabelo oleoso. O shampoo ou condicionador feito com babosa, ou até mesmo tratamento com o gel puro da planta, pode manter os cabelos saudáveis e fortes enquanto ajuda até mesmo na eliminação do excesso de oleosidade. Com o uso regular, o cabelo tende a ficar macio e sedoso. 


    SHAMPOO BOMBA com ADEFORTE

     Resultado de imagem para imagem de shampoo de adeforte

Olá pessoal, hoje vou ensinar como fazer o Shampoo Bomba Com Adeforte! Mas não é aquele Shampoo Bomba que vocês já conhecem com Monovin A não! Nós vamos usar um produto super bacana o Adeforte . 
O Adeforte é maravilhoso para fazer o cabelo crescer mais rápido, e  você vai aprender a fazer um shampoo para fazer o cabelo crescer rápido de uma forma simples e maravilhosa.

Pois o Adeforte apesar de ser um medicamento leva vantagem em relação ao Monovin, pois o Monovin A é de uso veterinário e o Adeforte é para uso humano. 

Ingredientes  do Shampoo Bomba com Adeforte 


1 Shampoo de 300 ml (sem vitaminas de preferência, para você avaliar bem o efeito do Adeforte e evitar sobrecarga de vitaminas a longo prazo)

1 ampola de Adeforte


Modo de preparar o Shampoo Bomba com Adeforte 

1- Misture a ampola de Adeforte no seu shampoo.

2- Deixe descansando por uma noite (8 horas)

3- Prontinho já pode usar o seu shampoo bomba.



Dicas importantes sobre o uso do Shampoo Bomba com       Adeforte :

Use este shampoo no máximo duas vezes por semana e agite sempre antes de usar.

Use este shampoo bomba por um mês e dê um intervalo de um mês, antes de fazer outro vidro de shampoo bomba com Adeforte.



      Resultado de imagem para imagem de shampoo de adeforte







 O QUE É PH CAPILAR?    

     Tenho certeza que vocês já ouviram falar sobre pH e hoje eu  vou falar um pouco  mais sobre ele. 

          Então vamos lá!

         O que é pH?

         pH é um sigla que significa potencial hidrogeniônico, ele tem esse nome pois  indica a concentração de íons H+ no meio.  De uma forma mais clara pH é um índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer.

       O ph possui uma escala que vai de 0 a 14. Sendo de 0 a 6,9 ácido; neutro em 7,0; e de 7,1 a 14 é considerado alcalino (ou básico). O pH é uma escala logarítmica, ou seja aumenta 10 vezes a cada unidade. Sendo assim o um pH 7 é 10 vezes maior que o pH 6. Deu pra entender?

        Beleza Carol, entendi o que é ph, mas e o que isso tem a ver com cosméticos????

       Tudo.

       Para cada região do corpo há um ph diferente, isso se deve as diferentes composições químicas e biológicas de cada região. O pH do nosso estômago é em torno 0,9 a 2,0; o pH da nossa pele é em torno 4,5 a 5,8 ; o ph dos cabelos é em torno de  4,2 a 5,8. E por aí vai.

        O pH e os cosméticos capilares:

       O pH ácido é capaz de selar as cutículas dos fios, um cabelo com as cutículas seladas e alinhadas é um cabelo capaz de reter a hidratação e os nutrientes nos fios, é um cabelo com brilho e saudável.
Por outro lado, o pH alcalino abre as cutículas, um cabelo com as cutículas abertas é o que chamamos de um cabelo poroso, é um cabelo que não é capaz de reter a hidratação ou qualquer tipo de nutriente, é um cabelo frágil e sem vida


 
        A primeira foto é um cabelo é um cabelo danificado com cutículas abertas, e a segunda é uma foto de um cabelo saudável com as cutículas alinhadas.

        Como o pH dos cabelos é em torno de 5. O ideal para shampoos é pH em torno de 5 e 6, dessa forma não há um dano grande as cutículas.

         Shampoos anti resíduos normalmente possuem pH em torno de 8, por isso ouvimos dizer que esse tipo de produto danifica os fios, pois ele abre bem as cutículas, mas se usado corretamente (leia-se uma vez a cada 15 dias, ou uma vez por mês) ou mesmo antes de tratamentos não causa danos aos fios, muitas pessoas gostam de usar anti resíduos antes de tratamentos justamente pelo fato dele abrir as cutículas, sendo assim o cabelo está pronto para receber o tratamento.

        Pessoas que possuem escova progressiva deve evitar shampoos anti resíduos, uma vez que a progressiva sela os fios, quando você lava com anti resíduos e abre as cutículas você retira mais rapidamente a progressiva. Por isso quem tem escova progressiva deve usar shampoos com pH de 5,0 a 6,0 (até 6,5 acho que não tem problema).
        Eu, tenho progressiva e as vezes, uso shampoo com pH neutro (7,0) ele causa uma leve dilatação nas cutículas sim (uma vez que, o pH do fio é em torno de 5 e o pH 7 seria 100 vezes maior do que o pH natural dos cabelos, lembra que falei que pH é escala logaritímica?)  mas não a um ponto que eu julgue danoso aos meus fios. Mas nós temos que ensinar o que é correto então...

        Aproveitando que falei sobre pH neutro, vou falar também sobre shampoos de bebê. Shampoo de bebê possui pH 7,2 que é o mesmo pH da lágrima, por isso não arde os olhinhos do bebê. Mas em adultos pode causar ressecamento quando usado com freqüência, mas se for usado uma vez por semana ou a cada 15 dias não vejo problemas.

       As Máscaras, condicionadores, e leave ins devem possuir um pH mais baixo ainda que o do shampoo, para selar as cutículas. 

        Digamos você usa um shampoo com pH 5,5 é legal usar uma máscara com pH 3,5 a 4,5 para que "fechar" as cutículas que o shampoo "abriu". Ficou confuso?????

        Eu adoro máscaras com pH baixo, sempre deixam aquela sensação de cabelo molinho, derretido, quando usamos uma máscara ou condicionador que deixa o cabelo molinho, derretido é porque ele deixa nossas cutículas seladinhas

       Geralmente relaxamentos e colorações possuem pH alcalino, por isso eles danificam nossos fios.Muitos relaxamentos vem com uma passo chamado neutralização e geralmente esse passo é ácido, para restabelecer e reequilibrar o pH dos fios. Existem acidificantes no mercado, que devem ser usados depois de colorações e procedimentos desse tipo.

      Bom espero que vocês tenham gostado, e que eu tenha esclarecido algumas duvidas, caso eu tenha gerado mais duvidas, por favor deixem perguntas nos comentários.


COMO USAR VINAGRE DE MAÇÃ NO CABELO?
OS BENEFICIOS DO VINAGRE DE MAÇÃ PARA OS FIOS?
COMO USAR VINAGRE DE MAÇÃ NO CABELO?
ÁGUA COM VINAGRE DE MAÇÃ PARA FECHAR AS CUTÍCULAS DO CABELO?

Já notaram que  alguns dos melhores produtos para tratar os cabelos são encontrados na nossa cozinha? e o mais poderoso e versatíl é o vinagre de maçã. não, não torça o nariz moça! pois este é um ingrediente barato com resultado maravilhoso e não vai deixar nenhum cheiro ruim no seu cabelo cabelo vamos conhecer melhor as propriedades e os beneficíos do vinagre de maçã para o cabelo, dai apos que voce vai querer testar.

benefícios:

  • da brilho 
  • previne pontas duplas
  • ajuda contra caspa
  • ajuda a acelerar o crescimento do cabelo
  • remove o acúmulo de produtos
  • sela as cutículas dos fios
  • restaura o PH natural do cabelo
  • ameniza a coceira e o couro cabeludo seco
propriedades:


  • Tem ação antibacteriana, antifúngica e antivirais que impedem as infecções causadas por bactérias, vírus ou fungos. com isso desobstrui os foliculos pilosos, assim seu cabelo pode crescer livremente.
  • equilibra os níveis de PH, evitando coceira, caspa, e ressecamento do couro cabeludo para entender melhor como o PH interfere na saúde e beleza do cabelo.
  • atua como um anti-inflamatorio que acalma a pele do couro cabeludo irritado o ácido acético do vinagre remove o acúmulo de produtos, fortificando e fechando as cuticulas dos fios.
qual a frequencia de uso:

  • isso vai depender da atual situação do seu cabelo e couro cabeludo. eu recomendo usar uma vez na semana mas se voce tem cabelo seco ou fino, use o vinagre de maçã apenas 1 ou 2 vezes por mes.
qual vinagre devo usar:

  • voce vai encontrar uma grande variedade de marcas de vinagre de maçã em supermercados e lojas de produtos naturais. mas é preciso ter um certo cuidado na hora de escolher o que vai levar parar casa. a tendencia é escolhermos os mais clarinhos e límpidos, mas saiba que estes foram pasteurizados, perdendo muitos se seus benefícios. de preferencia aos mais escurinhos e organicos que geralmente tem um sedimento no fundo que contém todas as bactérias e enzimas que tornam o vinagre de maçã tão poderoso.




Como Fazer Umectação Noturna & Método UCPE

umectação é maravilhosa para  tratar ressecamento capilar, fios secos e queda de cabelo. Também chamada de umectação noturna, ela atua com reposição de nutrientes e hidratação para cabelos brilhantes, sedosos e sem frizz. Para quem segue cronograma capilar ou as técnicas No e Low Poo, a umectação já faz parte da rotina. Para você que ainda não conhece, bora testar logo esse tratamento capilar que pode salvar seus fios. 

Melhores óleos para umectação capilar
O primeiro passo para umectação é escolher um óleo 100% vegetal. O óleo de coco no cabelo é maravilhoso! Recomendo umectação capilar com azeite de oliva, óleo de rícino, óleo de coco ou óleo de abacate. Quando eu opto pelo óleo de rícino, gosto de misturar com azeite de oliva extra virgem, já que o óleo de rícino é bastante denso e pode ser difícil de espalhar sozinho. Com o azeite de oliva misturado a aplicação fica mais fácil. Já vi alguns relatos que umectação com óleo de amêndoas é ótima, porém nunca testei com esse óleo. O importante é você escolher sempre um óleo 100% vegetal, sem aditivos petroquímicos e outros. Você pode misturar os óleos de sua preferência e ir testando para ver qual funciona melhor no seu cabelo. A umectação é também um maravilhoso tratamento para cabelos cacheados, meus cachos são tipo 3A 3B e amo passar azeite extra virgem no cabelo. A hidratação com azeite é fantástica.
Como fazer umectação noturna no cabelo
 queda de cabelo, hidratação de cabelo, hidratação para cabelos secos, 
Como fazer Umectação Noturna. Como usar azeite no cabelo?
Com os cabelos secos, pode ser limpo ou sujo, comece aplicando o óleo vegetal escolhido na raiz do cabelo. Espalhe bem por todo couro cabeludo e aproveite para massagear por alguns minutos. Isso ajudará a ativar a circulação e com isso os nutrientes são melhor absorvidos e também auxilia no crescimento dos cabelos. Espalhe o óleo ao longo dos fios, massageando para que toda a extensão dos cabelos recebam o óleo. Você pode colocar uma touca de tecido, mas nunca use touca ou saco de plástico. Eu durmo com o óleo no cabelo e retiro a umectação noturna com o método UCPE.

A umectação noturna é chamada assim porque passamos a noite com o óleo agindo no cabelo. Você pode deixar ele agir enquanto dorme, ou pode fazer esse tratamento de dia também. O importante é deixar o óleo agir no mínimo 2 horas, quanto mais tempo melhor será o resultado. Lembre-se que o cabelo precisa de tempo para absorver os nutrientes e vitaminas do óleo ou azeite.
Como Retirar a Umectação
Você até pode lavar os cabelos com shampoo várias vezes até conseguir retirar todo o óleo dos cabelos. Porém, com isso parte dos nutrientes dos fios vão ir embora com as lavagens. Aconselho vocês a retirar a umectação pelo método UCPE. 

Método UCPE - Umectação, Condicionador, Pausa, Enxágue.
Como fazer UCPE: Após transcorrido o tempo de agir da umectação, passe condicionador mecha a mecha nos cabelos. Não poupe condicionador, enluve bem cada mecha de cabelo massageando bastante. Aqui ocorre a pausa, deixe o condicionador agir nos cabelos por uns 20 minutos. Então enxágue abundantemente. Se achar necessário lave os cabelos com shampoo. Garanto que com esse método será muito fácil retirar todo o óleo dos cabelos. Finalize como de costume.
Como eu sigo a técnica low poo, utilizo sempre produtos sem as substâncias proibidas. Para retirar a umectação pelo método UCPE eu uso o Yamasterol Argan, que é bem baratinho e rende bastante. Quanto a frequência, vai depender do estado do seu cabelo ou do seu cronograma capilar. Mas de modo geral pode ser feita a cada 15 dias ou uma vez por semana. O resultado é maravilhoso, o cabelo fica com um brilho incrível, super maleável e com zero frizz.

A umectação com óleo de rícino ainda vai fazer o cabelo crescer mais rápido e agir contra a queda de cabelo. E se você nunca usou óleo de coco no cabelo, recomendo que teste porque é incrível o efeito.  Ah, depois me contem o que acharam! Você vai ver que passar azeite no cabelo não é coisa de louco.






                                       TÉCNICAS DE FINALIZAÇÕES


  • FITAGEM:  com os dedos o cabelo é separado em mechas bem finas, como se fossem fitas com o auxilio do creme de pentear. depois amasse os fios de baixo pra cima, permitindo a formação dos cachos.faça isso em todo o cabelo e espere secar.




  • TEXTURIZAÇÃO: ótima técnica para cachear os fios mais indisciplinados pode-se usar bobes ou fazer tranças e coques o importante é usar as técnicas com os fios ainda molhados e só solta-los quando estiverem completamente secos.

  • PLOPPING: após aplicar o creme de pentear, seque-o envolvendo em uma toalha de microfibra ou camisa de algodão isso faz com que os cachos fiquem bastante definidos e sem frizz.






 



Quero cachos longos, como faz? 

Isso vai muito do estilo da pessoa certo? Tem garotas que amam seu black curto e tem outras que estão loucas para ter um cabelo longo. 

Eu gosto do meu cabelo curto, mas confesso que já to enjoada. Quando eu fiz a minha primeira progressiva eu cortei meu cachos curtinhos. Desde então, meu cabelo nunca mais chegou a metade das costas (e isso já faz uns 6 anos).
Por que eu vivia fritando ele com chapinha em excesso e progressiva (tudo isso junto), o resultado era pontas ressecadas que acabavam quebrando no final.

Mas agora eu quero cabelos longos e to lutando pra isso. Se você ta com a mesma vontade vem comigo!

Para começar é bom esclarecermos algumas dúvidas:
Quanto tempo leva para crescer o cabelo natural? 
Muitos fatores determinam o período de tempo. O cabelo cresce aproximadamente meio centímetro  por mês ou seja 6cm por ano. Essa é a taxa média entre as raças, nos asianos os cabelos crescem mais rápido que essa taxa, nos caucasianos crescem perto dessa média e os negros não alcançam esse valor por mês, tendo assim uma média mais baixa. Existe também outro problema, o fator encolhimento. Seu cabelo esta crescendo, mas por termos a formas espiralada você não percebe (Quanto mais cacheado for o seu cabelo, maior vai ser o fator encolhimento).

fator encolhimento.

Dúvidas Frequentes:

Cabelo de origem africana não passa o pescoço/ombro?
Existe essa ideia de que o cabelo negro não cresce muito e que também pode ser impossível ele crescer. Na verdade a taxa de crescimento pode ser mais lenta, mas isso não significa que ele não irá crescer, ele só vai levar mais tempo.

Cortar o cabelo faz ele crescer mas rápido?
Corte não faz o cabelo crescer mais rápido, o que o corte faz é tirar as pontas danificadas.

Tranças ajudam o cabelo crescer mais rápido?
A taxa de crescimento é estabelecida pela genética, é claro que uma boa dieta e cuidados ajudam. As tranças na verdade faz seu cabelo "descansar" e  ganhar um comprimento maior (dependendo do tamanho que você quer elas).

Eu preciso escovar meu cabelo para estimular o crescimento?
Nããããão! na verdade fazer muita escova é prejudicial e provoca fricção e danos na cutícula do fio.














6 dicas para aprender a lidar com a textura natural das suas madeixas


Assumir a textura natural dos fios não é tarefa fácil, depois de manipulada a fibra capilar pode ir perdendo o seu formato progressivamente e, a depender da técnica, de forma definitiva. Por isso o caminho de volta é tão difícil, ele exige paciência, dedicação e uma dose pessoal de sacrifício. Para dar uma forcinha, listamos aqui algumas dicas para ajudar no difícil caminho da transição capilar:

  1. Invista num cronograma capilar
Fatores como porosidade e ressecamento deixam as madeixas opacas e com mais frizz, comprometendo o resultado final, por isso é ideal construir um cronograma capilarespecífico para as necessidades dos seus fios, com hidrataçãonutrição reconstruçãoorganizadas semanalmente para recuperar e manter a saúde e o brilho do cabelo.

  1. Curta o volumão
Quando o cabelo está com mais de uma textura e você ainda não está pronta para um corte mais radical o que mais incomoda é o volume natural da raiz frente ao cabelo ainda sob efeito de algum processo químico. Nesse momento é importante se livrar de certos hábitos, como prender os fios ou recorrer a uma química “levinha” pra baixar a raiz, esses paliativos acabam tornando os fios mais frágeis e distanciam você do fio ideal. Com o corte certo, alguns truques de finalização e produtos específicos, é possível que você comece a amar as suas ondas ou cachos sem química ou ferramentas de calor.

  1. Aprenda técnica de texturização
A melhor maneira de redescobrir a textura das suas madeixas é aprender a cuidar do cabelo e a transição é mesmo o momento da experimentação, tanto dos produtos e das quantidades adequadas, quanto do formato do fio até a sua textura definitiva. Procure aprender técnicas de estilização  com grampos, a fitagem ou as tranças twist, por exemplo, para lidar com mais tranquilidade nesse período e lembre-se de que cabelo tem personalidade.

  1. Evite as ferramentas de calor
Não abuse de difusor, babyliss ou modeladores de rotação automática, o calor deforma o formato natural da fibra, por isso é essencial o uso de um protetor térmico e de temperaturas mais baixas. No uso do difusor é importante ter o cuidado de usar o jato mais quente em todo o comprimento e mais frio junto à raiz. No chuveiro a regra é a mesma, utilize as temperaturas mais frias possíveis.

  1. Aposte no corte certo
Como os cabelos em transição apresentam mais de um tipo de textura, com níveis de ondulação distintos, investir num corte a seco ajuda a encontrar o seu caimento natural e harmonizar as texturas e corrigir o crescimento irregular dos fios.

  1. Dê mais atenção à sua alimentação
Os cabelos, assim como a pele, são diretamente afetados e por seus hábitos de vida, já que são compostos basicamente de proteínas. Uma alimentação saudável e equilibrada ajuda a fortalecer os folículos pilosos, impedindo que os cabelos fiquem frágeis e quebrem com frequência. Então, manter uma alimentação saudável, ingerir bastante água e evitar o consumo de álcool, cigarro e noites mal dormidas interfere diretamente na qualidade do fio de cabelo e no seu ciclo de crescimento.

















Empodere seus cachos com óleos vegetais



Os cabelos cacheados e crespos são naturalmente ressecados por conta do formato dos caracóis, que não deixam a oleosidade chegar até o comprimento e pontas dos fios. Para reverter essa situação os óleos vegetais são verdadeiros aliados na hora de manter os cachos sempre bem cuidados.
Perfeitos como complemento para qualquer rotina de cuidados com os fios tipos 3 e 4, os  óleos vegetais conseguem nutrir profundamente a fibra capilar, deixando os caracóis soltinhos e com aspecto saudável e reluzente.
O segredo está nos nutrientes presentes em sua composição: ricos em vitaminas, ácidos graxos e sais minerais e com propriedades emolientes, eles ajudam a definir os cachos, hidratam e nutrem os fios, protegem das agressões externas e combatem o frizz, beneficiando esse tipo de fio naturalmente seco e bastante delicado.

ROTINA DE CUIDADOS
Versáteis, os óleos vegetais podem ser utilizados de diversas formas para tratar os fios: como potencializadores podem ser adicionados a cremes ou máscaras de tratamento; como agentes de limpeza podem ser utilizados como pré-xampu; como tratamento podem ser aplicados no couro cabeludo e distribuídos ao logo dos fios no processo de umectação capilar; como finalizadores, basta aplicar algumas gotinhas na palma da mão e distribuir nos fios secos. Seu grande poder de penetração aliado a uma grande afinidade com as proteínas do cabelo promove maravilhas para a saúde e para o embelezamento das madeixas.

MIX OLEOTERAPIA BRASIL PARA CABELOS CACHEADOS
Especialmente formulado para repor a oleosidade naturalmente deficiente ao longo dos fios cacheados e crespos, o Mix Oleoterapia Brasil para cabelos cacheados conta com ativos 100% naturais encontrados nos óleos vegetais penetram profundamente na cutícula do cabelo, conferindo nutrição e força aos fios e realçando cachos e ondulações.















Mitos e verdades sobre transição capilar































Se livrar da química para assumir a identidade natural dos cabelos é uma experiência realmente libertadora, mas não é tarefa fácil abandonar alisamentos ou relaxamentos porque o período de transição exige uma dedicação especial para se recuperar a textura original do fio, além de muita paciência. Reunimos aqui as questões mais comuns nesse período para ajudar a você resistir àquela vontade louca de trilhar o caminho “mais fácil”:

Usar produtos para cabelos cacheados recupera a textura natural
MITO. O cabelo que passou por algum processo químico tem a sua estrutura alterada, por isso para quem quer ter de volta o fio natural mas não tem coragem para fazer o  “Big Chop”, o único jeito é investir em técnicas de texturização e ir cortando a parte processada aos poucos, porque produtos como ativador de cachos e/ou umidificador não vão transformar a fibra alisada num fio cacheado, mas é importante apostar no uso de produtos específicos para cacheados e crespos para já tratar de forma adequada o cabelo natural que estiver crescendo.

É essencial investir num cronograma capilar
VERDADE. Investir em dias da hidratação, nutrição e reconstrução deixam os fios saudáveis, mais fortes, longe do ressecamento e são primordiais para manter os cachos definidos. O cronograma serve para repor água, vitaminas, nutrientes, lipídeos e massa da fibra capilar, daí a sua importante para manutenção do cabelo saudável e reestruturação do cabelo danificado e esse é o melhor caminho para ter o seu fio natural de volta.

Cremes ajudam a definir e controlar o volume dos cabelos
MITO. O excesso de finalizadores podem deixar os fios mais pesados e pouco definidos, além de causar oleosidade excessiva e até o aparecimento de caspas. O primeiro passo para definir os cachos é mantê-los nutridos e hidratados, dessa forma – além de combater o ressecamento e frizz, que dão a sensação de um cabelo mais volumoso -, o fio assume naturalmente o seu formato original.

Substituir o condicionador pela máscara concentrada deixa os cabelos mais hidratados 
MITO. Cada tipo de produto tem uma função para assegurar os cuidados devidos aos fios. Para que suas mechas fiquem devidamente tratadas, hidratadas e sedosas, não vale eliminar etapas. Produtos sem enxágue, como cremes para pentear ou óleos capilares podem e devem ser usados, mas não eliminam a necessidade de uso do condicionador que, entre outros fatores, ajuda a selar as cutículas capilares e é a base de todo o processo necessário à hidratação e saúde dos cabelos.

Um relaxamento leve ajuda a domar o volume sem danificar os fios
MITO. O relaxamento é um procedimento químico e como tal altera a estrutura do fio, se você está decidida e encarar a textura natural do seu fio tem que aceitar o fato de que o volume é uma característica desses tipos de fio, o que você pode fazer, enquanto o cabelo está com mais de uma textura e você ainda não conquistou o fio ideal, é investir em acessórios como lenços, tiaras, turbantes e presilhas, além de penteados estilosos.

Usar frequentemente chapinha ou babyliss para formar cachos interfere no formato natural dos fios
VERDADE. Querer igualar a textura do cabelo processado com equipamentos de calor pode prejudicar a definição dos seus cachos naturais. O contato direto do fio com a alta temperatura do aparelho resseca ainda mais os cabelos cacheados e crespos, interferindo no formato dos caracóis, além de causar a sua quebra.

Cabelos crespos e cacheados demoram mais para crescer
MITO.  Um cabelo saudável cresce, em média, de 1 a 1,5 cm por mês, independente do tipo de fio, a grande diferença é o “fator encolhimento” característico dos tipos 3 e 4, além de questões genéticas e hormonais que irão definir se você tem ou não um bom crescimento capilar. Mas é importante estar atenta que um dos grandes responsáveis para que as que as madeixas cresçam de forma saudável é o couro cabeludo, que deve ser bem nutrido para que os cabelos cresçam continuamente.

Os cabelos cacheados e crespos devem ser cortados secos
VERDADE. Os cabelos têm o volume e o peso diferentes antes e após a secagem, apresentando alteração no tamanho, o que influencia no efeito final do corte. A técnica esculpe os fios, dá forma e revela o caimento natural, deixando os cabelos mais leves. Para aqueles com mais de um tipo de textura, com níveis de ondulação distintos (como, por exemplo, liso na frente e um pouco mais ondulado na parte de traz), essa técnica é perfeita para se encontrar o caimento natural e a harmonização do corte, corrigindo inclusive o crescimento irregular dos fios.


7 características que você precisa saber para conhecer melhor seus cabelos crespos ou cacheados

crespoq
Conhecer melhor o seu tipo de fio ajuda na escolha dos procedimentos, tratamentos e tipos de produtos que você usa nos cabelos e até ajuda na mudança de hábitos e na adoção de rotinas mais adequadas que podem refletir diretamente na saúde e na beleza das suas madeixas. Confira:
1 – Os fios são delicados
Quanto mais crespo o fio possui menos cutículas, enquanto um fio liso possui 15 camadas cuticulares, o crespo apresenta apenas 6, por isso eles são extremamente delicados. Com a estrutura mais frágil, pois o fio tem menos camadas de cutículas, menor é a sua proteção natural e mais suscetível a danos externos. Uma curiosidade: quanto mais crespo e fechado for o cacho, mais fino ele é.
2 – São mais volumosos
Por causa do formato dos fios os cacheados e crespos ganham forma mais armada e acabam apresentando um volume maior quanto mais espiralado for o fio. A forma de arrumá-lo faz toda a diferença no visual: para quem quer diminuir o volume existem algumas técnicas de estilização, produtos naturais e químicos de diferentes intensidades; mas vale lembrar que todo o procedimento químico é agressivo, se optar por um deles é preciso redobrar os cuidados e tratamentos e investir num cronograma capilar para garantir a saúde dos fios. Um dica: quanto mais hidratado, mais macio o fio e menor o seu volume.
Em alta os cabelos volumosos fazem toda a diferença, para aumentar o volume invista em produtos finalizadores, num corte repicado e no uso de difusores e pentes garfo.
3 – Demoram mais para secar
Os crespos e cacheados possuem as escamas do fio mais abertas, essa porosidade natural faz com que a fibra capilar absorva a água mais rapidamente e de forma intensa, por isso demora mais para secar. Além disso, o seu formato em espiral retém a água principalmente próximo à raiz.
4 – A descoloração pode deformar os cachos
Tanto a descoloração como o calor do secador, chapinha e babyliss agem na composição química dos fios, formada por pontes de enxofre, responsáveis pela forma espiralada dos caracóis e, em excesso, deixam os cachos sem definição, com o passar do tempo eles ficam mais abertos e podem perder totalmente o seu formato natural.
Devido a sua natureza química, a descoloração deixa qualquer tipo de cabelo com ressecamento e, se forem cuidados de forma inadequada, tende a se agravar. Para os cabelos cacheados e crespos o processo de despigmentação pode ser ainda mais danoso, deixando os cachos sem definição, isso porque as escamas são abertas para que a tinta penetre mais fundo, fazendo com que o fio perca massa, alterando sua estrutura.
5- Seu crescimento não difere de outros tipos de fio
Eles crescem como qualquer outro cabelo, mas, por conta do formato espiralado, o crescimento é menos visível; quanto mais fechado o cacho menos ele aparenta crescer mês a mês. Outro fator que merece destaque é que, por conta da sua estrutura mais delicada, eles são mais sensíveis às agressões do dia a dia, sendo mais suscetíveis à quebra, dificultando que alcancem comprimentos muito longos.
6 – Um mesmo cabelo pode apresentar tipos diferentes de cachos
O tipo da fibra capilar é determinado geneticamente; o fio, classificado em quatro tipos (liso, ondulado, cacheado e crespo) possui muitas subdivisões: os cacheados podem ser soltos, fechados ou muito fechados e os crespos podem ser macios, secos ou sem forma e essa variação pode ocorrer num mesmo cabelo. Conhecer esses pequenos detalhes fazem toda a diferença para a escolha dos produtos, a quantidade a ser aplicada em cada área e, principalmente, a forma em que os fios serão estilizados, portanto fique atenta para que o resultado final fique harmônico.
7 – Quanto mais cacheado o cabelo menos hidratado
Devido à estrutura do fio a oleosidade natural produzida no couro cabeludo, que é composta por lipídeos e responsável por nutrir, deixar os fios macios e reter a hidratação, não é distribuída uniformemente por toda a sua extensão, tornando os crespos e cacheados oleosos na raiz e secos do comprimento às pontas, propensos a frizz. Para compensar essa carência, invista em hidratação periódica, em forma de máscaras de hidratação, leave-in, cremes de pentear, ativadores de cachos; o processo de umectação capilar com óleos vegetais é especialmente benéfico para esses tipos de fios.

6 dicas para hidratar cabelos cacheados e crespos


crespo-hidratado

A importância da hidratação para a beleza das madeixas é indiscutível, mas para os cabelos cacheados e crespos é essencial para a integridade do fio por causa do seu formato espiralado, que impede que a oleosidade da raiz chegue até as pontas, mas para se ter bons resultados alguns cuidados são essenciais, confira:
1 – Fique atenta à composição
O primeiro passo para ser ter sucesso com a hidratação é a escolha do produto ao seu tipo de fio; pelo fato dos cacheados e crespos serem naturalmente mais ressecados, o ideal é busca produtos que contenham óleos vegetais na sua composição, além de manter os cabelos hidratados, deixará suas madeixas devidamente nutridas, consequentemente os fios fcarão mais fortes, brilhantes e sedosos.
2 – Aposte em xampus hidratantes
No momento da hidratação é importante que todos os produtos sejam utilizados para o mesmo fim, portanto invista num xampu hidratante para ajudar a preservar a oleosidade natural dos fios; deixe os xampus com agentes limpantes mais fortes (como os transparentes) para os dias de reconstrução.
Na hora da aplicação concentre o produto apenas no couro cabeludo, fazendo movimentos suaves de dentro para fora para que os cachos não terminem embaraçados no final da lavagem.
3 – Aplique o produto corretamente
Se certifique que todo o cabelo receba por igual a hidratação, para isso divida-o em seções ao invés de aplicar o creme de maneira displicente por todo o comprimento. Para facilitar, experimente fazer o procedimento em frente ao espelho, prendendo as mechas com a ajuda de grampos e enluvando todo comprimento e pontas até perceber que elas já estão ficando mais macias.
5 – Respeite o tempo recomendado
Todo o produto tem um tempo indicado pelo fabricante no rótulo, deixá-los nos cabelos além do recomendado não fará mais efeito e, pior, pode causar abertura das cutículas do fio, o que com o tempo causa o efeito inverso, ressecando ainda mais os cabelos, e até deixando-os quebradiços.
5 – Enxague bastante
Exaguar abundantemente é uma medida extremamente importante para evitar que os resíduos do tratamento acabem deixando os fios com um aspecto pesado ou, ainda, causem problemas ainda maiores como o aparecimento de caspas ou a fragilidade dos fios.
6 – A importância da selagem
Para finalizar o procedimento, a dica é aplicar um pouco de condicionador nas pontas, deixando-o agir por alguns minutinhos antes de enxaguar. Ao contrário do que muitos acreditam, essa é a ordem correta de aplicação do produto – apenas depois da máscara -, já que os agentes condicionantes selam as cutículas e retém a hidratação nos fios.






Resultado de imagem para imagens em desenhos de cacheadas antes de depois


Bom dia cacheadas lindas hoje tem mais dicas pra voces. algumas pessoas me perguntam viki como voce faz pro seu cabelo crescer tão rapido?

bem eu sigo algumas regrinhas básicas para isso vamos ver quais são? 

Dicas para o cabelo crescer mais rápido

      Resultado de imagem para imagens em desenhos de cacheadas antes de depois

  1.  TENHA CALMA  
Quando o assunto é crescimento capilar, paciencia não é só uma virtude, mas também uma grande aliada. normalmente o cabelo cresce cerca de 1 cm por mes, e a ansiedade pode atrasar( e muito) esse processo.
Resultado de imagem para imagens em desenho de cachos curtos

2. FUJA DE RECEITAS MÁGICAS

Não, voce não vai virar a rapunzel da noite para o dia! nada de acreditar em receitas mirabolantes, que prometem resultados milagrosos e usam produtos que podem colocar sua saúde e a saúde do seu cabelo em risco. eu aqui no blog tenho dicas para ajudar no crescimento do cabelo mais isso não vai acontecer da noite para o dia não eu faço uso no meu cabelo sim as vezes mais uma coisa que eu uso sempre é o óleo de ricino isso amiga não pode faltar na minha casa e nem nos meus cabelos entao cuidado viu.
Resultado de imagem para imagens de produtos que prometem crescer o cabelo do dia pra noite

3. SAÚDE EM PRIMEIRO LUGAR

A saúde do corpo também influencia muito no processo de crescimento capilar. beber muita água, manter uma alimentação balanceada e ter hábitos saudáveis ajudam muito.

 Resultado de imagem para imagens de boa alimentação

4.CUIDE COM CARINHO 
Se for pra ter jubão, então que seja forte e saudável é importante criar uma rotina de cuidados não só para acelerar o crescimento do cabelo mais também para manter a saúde dos fios já crescidos.

Resultado de imagem para imagens em desenhos de cacheadas antes de depois




  CACHOS LINDOS E SAUDÁVEIS 

  Eles são mais difíceis de domar e exigem cuidados redobrados na hora de lavar,secar,cortar,tingir,alisar e finalizar. Descubra a seguir como ganhar maciez e definição com dicas fáceis, e desfile por ai com caracóis cheios de atitude, com algumas duvidas que toda cacheada tem.

Quais cuidados devo ter ao lavar as madeixas?
Primeiro, observe a temperatura da água do chuveiro, que precisa ser morna.Se for quente demais,deixa os fios ainda mais secos, pois se perde a oleosidade que existe comprimento e aumenta o frizz. Ao mesmo tempo, a oleosidade do couro cabeludo é aumentada. Aplique xampu e massageie com as pontas dos dedos.Enxágue,repita a operação e retire tudo com mais água. Esfregue condicionador nas palmas das mãos e espalhe no comprimento em direção as pontas, desembaraçando os cachos deixe agir e depois enxágue.

Por que os cachos cacheados muitas vezes são finos e delicados?
A curva dos cachos faz as cuticulas se abrirem com maior facilidade.Isso facilita a perda do condicionamento e da hidratação dos fios, tornando-os mais frágeis e propensos á quebra ou frizz.

Qual é a melhor forma de secar?
Sem torcer com a toalha ou fazer um turbante na cabeça para não arrebentar os fios. Use-a pressionando suavemente para retirar o excesso de água. Deixe secar naturalmente depois de passar um creme para pentear ou seque como difusor acoplado ao bocal do aparelho e apoie os fios nele. A temperatura deve ser morna e a velocidade do vento média. Vale a pena usar um protetor térmico antes.

Trocar o xampu e o condicionador faz perder fios?
Dificilmente os produtos tem este poder. talvez tenha coincidido com uma condição de estresse ou algum probleminha hormonal para tirar as dúvidas procure um dermatologista.

Como finalizar?
Passe uma pequena quantidade de creme de pentear nos fios ainda úmidos, das pontas para cima evite a raiz um truque é passar um pouco de mousse para ajudar na definição e resistencia do cacho além de ajudar na maleabilidade, o creme ainda nutri a fibra capilar.

Qual é o corte ideal?
O repicado é sempre um bom começo. se voce se habituar ao desenho pode ser mais audaciosa e repicar um pouco mais .Prefira um profissional que corte a seco, assim, não corre o resco de perder muito do comprimento e já dá para ir acompanhando o que ele esta fazendo.

Posso tingir meus fios?
Antes de colocar qualquer coloração, peça ajuda  a um profissional, principalmente se voce usou algum tipo de química para relaxar ou alisar as madeixas. A combinação pode ser desastrosa, deixar seus fios ainda mais ressecados ou mesmo cair.Evite transformações bruscas de cor.

Hidratar é fundamental?
Sim. Pelo menos uma vez por semana, passe uma máscara ou creme de tratamento. no dia da hidratação, divida o cabelo em quatro partes e comece de baixo pra cima. Em seguida, aplique uma camada grossa do produto nos fios, deixando-os esbranquiçados de creme.Massageie com delicadeza e aguarde a pausa indicada na embalagem. Por fim enxágue de forma abundante.

Posso usar tintura ou descolorir os fios?
Não há problema algum em colorir, mas tome cuidado com a técnica. o cacheado absorve tudo mais facilmente, então pode ser mais danificado com a tintura. Prefira produtos que não contenham amonia na fórmula ou procure um bom profissional.

Bem meninas é isso espero que vcs tenha gostado das dicas de hoje deixem coméntarios , dúvidas se gostarão ou não do tema mandem perguntas e espalhem por ai bjs da viki       

                  Resultado de imagem para mulheres cacheadas            

Manual do cabelo crespo e cacheado: dicas valiosas para disciplinar os fios























cabelo cacheado crespo
Cabelos crespos e cacheados são lindos, mas geralmente dão muito trabalho. Difíceis de disciplinar e desembraçar, os cachos costumam ser substituídos pelos fios lisos, mais fáceis de cuidar.
Leia também























Expert em cabelos crespos e cacheados, Lúcia Santana, coordenadora técnica das cabeleireiras do Beleza Natural, dá dicas valiosas para ter cachos lindos e cabelos ondulados disciplinados.

Coloração

Segundo a especialista, tintura e relaxamento dos fios não combinam. "A tintura resseca os fios e pode até enfraquecer e quebrar os fios. Mulheres com cabelo cacheado que querem pintar o cabelo devem usar um tonalizante leve e, de preferência, colorir o cabelo com ajuda de um profissional", completa.
 Um dos produtos amigos dos cachos é o leave in, que pode ser usado todos os dias / Crédito: Divulgação TV Globo























Para manter a cor, o cabelo deve estar saudável e hidratado. De acordo com Lúcia, cabelo danificado não pega a pigmentação. "Depois da química é importante usar produtos específicos para cabelos coloridos", ensina ela.

Lavagem

"O mais indicado é que os fios crespos ou cacheados sejam lavados e condicionados duas vezes na semana, não mais que isso porque os fios são muito frágeis e têm pouca oleosidade natural", diz Lúcia.
 Para manter os fios bonitos, o cabelo cacheado e crespo deve ser hidratado duas vezes por semana / Crédito: Divulgação TV Globo
Ainda de acordo com a coordenadora do Beleza Natural, o cabelo deve ser hidratado duas vezes por semana também com uma máscara de hidratação ou creme de tratamento.
Outra dica é o uso do leave in – ou creme de pentear sem enxágue – todos os dias para realçar e dar forma aos cachos. "É importante tirar o creme do dia anterior apenas com água antes de fazer uma nova aplicação", acrescenta ela.

Secagem

"O ideal é que o cabelo crespo ou cacheado seque naturalmente porque o uso do secador resseca os fios", afirma Lúcia. Se o uso do secador for necessário, a dica da especialista é usar sempre o bico difusor e não manter o equipamento muito próximo nos fios durante muito tempo. "Babyliss e prancha nem pensar porque eles "fritam" os fios crespos", ressalta a profissional.

Finalizador

De acordo com Lúcia, o leave in ou creme de pentear é o aliado diário da mulher que tem os cabelos crespos e ondulados. "Outro produto indicado para este tipo de cabelo são um reparador de pontas, que precisa ter apenas silicone e pode ser usado no dia-a-dia para dar brilho e soltar os fios quando os cabelos estiverem já secos", completa.

Volume

 Soltar os cachos com a mão ajuda a aumentar o volume /Crédito: Divulgação TV Globo
Para dar mais volume, a expert indica corte em camadas e ensina que após o cabelo estar bem seco, um silicone deve ser usado para soltar as pontas. A especialista ensina o passo a passo para soltar os cachos com as mãos:
  • Com algumas gotinhas do produto, faça movimentos circulares na raiz
  • Passe os dedos pelas madeixas e pare nas pontas, puxando para baixo suavemente
  • Para soltar a parte da frente, coloque os dedos bem no começo dos fios, deslize um pouco e puxe as madeixas para cima.
  • Se a ideia é que o cabelo fique jogado para o lado, o movimento deve ser feito com a mão posicionada mais para a lateral e puxe de forma delicada

Cachos amassados

Para evitar que os cachos amassem durante a noite, a dica é dormir com uma rede, igual àquelas do tempo da vovó. "Outra opção é fazer um rabo de cavalo bem no alto da cabeça, sem apertar, para que os fios não embaracem durante o sono", ensina Lúcia.

Cortes

Veja na galeria de fotos cortes indicados para mulheres com cabelos crespos e cacheados:
cabelo cacheado corte cabelo curto 6
Modelo de corte com bico bem discreto e muitas camadas. Refaça o corte de dois em dois meses para mantê-lo.
cabelo cacheado corte cabelo curto 5
Este corte simula uma cascata de cachos caindo em bico acentuado na frente.
cabelo cacheado corte cabelo curto 3
Esse modelo explora o volume no topo da cabeça e tem lateral desfiada, alongando as linhas do rosto.
cabelo cacheado corte cabelo curto 2
Este corte alonga a nuca e a franja age como um coringa, valorizando o rosto. A renovação do corte também é indicada a cada dois meses.
cabelo cacheado corte cabelo curto
Corte curto e clássico feito em muitas camadas. Para melhor visualização do corte a dica é usar um reparador de pontas para soltar os cachos quando eles estiverem completamente secos. O ideal é renovar a cada dois meses.

Cortes para cabelos crespos: 8 opções lindas para valorizar os cachos + fotos
























cortes para cabelos crespos 0217 400x800
Escolher o corte para cabelo crespo mais adequado para você pode fazer a diferença. Há opções para todos os gostos, tanto para quem prefere madeixas com pouco volume, quanto para as que preferem penteados encorpados.
"Não há certo ou errado quando o assunto é corte de cabelo crespo", explica o cabeleireiro Douglas Dias, do Studio W. "Basta seguir o estilo e características da cliente", ressalta. Para inspirar sua escolha, selecionamos opções modernas para os mais variados gostos.























8 tipos de cortes para cabelos crespos

cabelo bonito enrolado 216 400x800

Curto

Pixie


O hairstylist Douglas Dias explica que, como esse visual mostra muito o rosto, o ideal é que ele seja usado por rostos ovais ou triangulares. Cheio de estilo, ainda cai bem em faces quadradas e redondas se houver uma franja lateral desfiada e costeletas mais compridas.

Black power

Publicidade

Clássico atemporal, o black power é um corte cheio de atitude que combina, principalmente, com rostos finos, triangulares ou ovais. Uma dica para abusar deste penteado é apostar no repicado, que dá mais leveza e definição aos cachos.

Bob repicado

























Esse é um tipo de corte chanel ótimo para dar leveza ao visual. Todavia, deve ser evitado por mulheres com o rosto arredondado, já que pode acentuar as maçãs do rosto.

Desconectado


De acordo com o hairstylist Douglas Dias, as pontas desconectadas deste arranjo são ótimas para dar movimento aos fios, deixando-os com curvas mais marcadas. É indicado para rostos triangulares, visto que suaviza os traços.

Médio

Angled bob


Também denominado como medium bob, esse corte para cabelo crespo feminino é perfeito para cachos com diâmetro pequeno ou médio. Seu efeito assimétrico reduz o volume, ainda mais se a intensidade do repicado for diminuída.
Apesar da escolha do cabelo ser definida, prioritariamente, pelo gosto e estilo de cada pessoa, essa corte fica ainda mais bonito em rostos redondos ou quadrados.

Heart Shaped


Indicado para cabelos crespos e com cachos bem definidos, as pontas assimétricas do corte criam um desenho semelhante ao de um coração, o que dá nome ao corte.

Long Bob


long bob é um corta da moda que pode ser aplicado em qualquer tipo de cabelo. Pode ser usado tanto para quem quer menos volume, quanto para quem prefere mais. Para o último caso, a dica é repicar bem as mechas para garantir massa no topo.
Como equilibra os traços do rosto, fica perfeito em faces triangulares.

Longo

Em camadas


Esse corte para cabelo crespo em camadas pode ser reproduzido em diversos comprimentos. É ótimo para pessoas que têm madeixas volumosas e que querem um visual despojado. O cabeleireiro Douglas Dias explica que, como as angulações são marcantes, o ideal é manter o corte em dia para evitar um visual desleixado.

Com franja


Escolher o tipo de franja que mais combina com seu rosto é a dica para acertar no estilo do corte. Por exemplo, franja reta é ótima para quem possui rosto oval e comprido, já a lateral e mais comprida fica bem para faces arredondadas, pois alonga o visual.
"Apesar de haver indicação de cortes de acordo com o formato da face, o mais importante é levar em conta o desejo da cliente e o tipo de estrutura da fibra do fio", ressalta a hairstylist Anashara Costa.

   

 Truque com óleo natural no shampoo para o cabelo crescer mais rápido

















































oleo essencial para banho 12016 400x800
Assim como qualquer outro órgão e célula do seu corpo, e para o bom funcionamento deles, cabelos fortes, vibrantes dependem de uma dieta equilibrada e rica em minerais como zinco, ferro, manganês, proteínas, e vitaminas como A, C, D, E, B e seu composto biotina, além de ácidos graxos, como ômega 3 e 6. Porém, existe uma dica do farmacêutico e homeopata Jamar Tejada completamente natural para ajudar os fios a crescerem mais.

Truque para cabelo crescer mais rápido

A dica do farmacêutico é adicionar duas gotinhas do óleo essencial puro de Melaleuca no frasco de shampoo, e continuar usando normalmente o produto diariamente. O óleo, que é originário de uma árvore comum na Austrália (também chamada de Tea Tree ou Árvore do Chá), possui propriedades antissépticas, antibióticas e antifúngicas.

























“Este óleo evita o ressecamento do couro cabeludo e 'limpa' a raiz, eliminando resíduos e toxinas, desobstruindo os folículos e nutrindo a raiz dos fios, preservando a saúde do couro cabeludo ajudando os fios a crescerem”, afirma.
mulher lavando cabelo 0816 400x800

As variedades da espécie melaleuca são utilizadas na medicina que, apesar do seu nome Árvore do Chá, não têm qualquer relação com o que comumente conhecemos como chá. O óleo da melaleuca é tão eficaz como agente antibacteriano e antifúngico e como estimulador das defesas do organismo, que suas aplicações são tão variadas que até se usa para eliminar verrugas como em casos de candidíase vaginal.      





CABELOS 
meninas vamos falar hoje de cabelos tendencias para a primavera vai la da uma curtida comenta ai bjs


























9 curiosidades que você não sabia sobre o crescimento do cabelo

Por Patricia Santos em qua, 05/08/2015 - 12:37
Quanto mais saudável o fio, mais bonita e deslumbrante será a cabeleira. Mas você já parou para pensar o quanto pode ser forte a fibra capilar? 
Pois saiba que o cabelo que nasce de um couro cabeludo bem tratado apresenta cifras incríveis! Olha só:

1. Uma cabeleira saudável tem entre 120 mil e 150 mil fios.

2. O peso total das madeixas pode variar de 5 a 200 gramas, de acordo com seu comprimento.


3. Um fio de cabelo em condições normais pode absorver até 30% de seu peso em água. Já os fragilizados assimilam cerca de 45%.

4. 36 metros é quanto todos os fios de uma cabeça podem somar em crescimento, (pasme!) em um único dia. Isso dá 1,1 km por mês e cerca de 13 km ao longo de um ano.

5. 6 metros quadrados é a superfície total de uma cabeleira com 20 centímetros de comprimento.


6. Cada centímetro quadrado do couro cabeludo compreende cerca 250 fios de cabelo. Esse número pode variar de 200 a 300, de acordo com a região da cabeça.

7. Um cabelo bem tratado suporta ser alongado a até 50% de seu comprimento sem arrebentar.


8. Da mesma forma, 1 único fio de cabelo é capaz de suportar um peso de até 50 gramas, enquanto uma mecha com 100 fios aguenta 10 quilos e a cabeleira inteira pode resistir a 12 toneladas!

9. 3 anos é a duração média do crescimento de um fio.



























7 fatos sobre o novo alisamento que você precisa conhecer

Por Patricia Santos em dom, 06/12/2015 - 10:37
O cabelo “lisão”, completamente reto, vem perdendo espaço para uma nova onda antifios chapados. Afinal, as mulheres querem cada vez mais aspecto natural, mesmo recorrendo ao alisamento. Supercacheadas, crespas ou até as onduladas… Basta ficar atento para ver que sua bancada tem recebido um pelotão de clientes dispostas apenas a dar aquela “mexidinha” na estrutura da fibra capilar, diminuir o volume e sumir com o indesejado frizz! “O liso absoluto ficou no passado. Existe uma nova tendência e ela aponta para o natural”, confirma o cabeleireiro Thonny Rodrigues, do salão Jacques Janine, unidade Itaim Bibi, em São Paulo.
1- A nova clientela 
novo-alisamento1Segundo Thonny, as mulheres que aderem a essa moda têm cabelos rebeldes e volumosos. “Geralmente, elas são donas de texturas ásperas e grossas”, diz. Existem, ainda, aquelas que buscam a praticidade para não ter de escovar as madeixas no dia a dia. Além desses dois tipos, há, também, um terceiro perfil: as ex-alisadas que querem parar com a química permanente e vivem um processo de transição.
2-Técnica suave
novo-alisamento2A mais indicada é o alisamento light, ou seja, as escovas semipermanentes (sem formol, é claro). E, para nossa sorte, o mercado está repleto de opções do que Thonny chama de “técnicas de disciplina”. Segundo o hairstylist, a temporária não é agressiva e age mais como um tratamento, o que atrai clientes preocupadas com a saúde da cabeleira. “A progressiva com produtos à base de aminoácidos reduz o volume de madeixas rebeldes, transformando os ondulados em lisos naturais por cerca de três meses”, explica. A cabeleireira Adriana Damasceno, do salão Gilberto Cabeleireiros (SP), diz que sua clientela quer fios sedosos e brilhantes. “Eu gosto muito de usar o alisamento light livre de formol, pois tenho um resultado sem frizz e, dependendo de como é feita a manutenção, pode ser usado nos tintos com reflexo”, afirma.
3-Loiras no pedaço
novo-alisamento4Sim. Segundo Adriana, as blondies também estão aptas a aderir a essa tendência. “Todavia, é preciso fazer uma avaliação para ver o estado dos fios”, recomenda. Se estiverem muito porosos, vale a pena tentar, primeiro, recuperá-los com tratamentos de reconstrução e hidratação. Especializada em loiras, a hairstylist Aparecida Alvarenga, do Platinum Visage, em Nova Lima (MG), afirma que a escova semipermanente pode, também, fazer esse papel de recuperação. “Além do alisamento, hidrata profundamente e repõe a proteína do cabelo.”

4-Passo a passo
novo-alisamento3
Aplicar a escova semipermanente sem parcimônia não garante que as ondulações da cliente resistam até o fim do processo. O resultado final do nível de textura dependerá de como será realizado o trabalho do profissional. “O grau está ligado à quantidade de produto trabalhado e à finalização do procedimento”, ensina Aparecida. Segundo a cabeleireira, o passo final com prancha deixa um resultado reto, portanto deve ser evitada. “Para ganhar o efeito natural, faça uma boa escova”, diz. Já a porção e o tempo de ação são bastante relativos, pois há cabelos mais fáceis de trabalhar que aceitam a química de bate-pronto. “Entretanto, existem aqueles que não absorvem facilmente, o que requer mais paciência”, afirma. E continua: “Tudo vai depender da textura do fio: quanto mais grosso, mais resistente ele é”. Outra opção é aplicar a substância somente próximo à raiz e no comprimento, preservando as pontas e, assim, mantendo um balanço da moda. Dica: é mais fácil descobrir a textura da cabeleira após a lavagem. Assim, não haverá nenhum produto para atrapalhar o reconhecimento total.
5-Menos agressivo
novo-alisamento5Como a quantidade do item depositada na cabeleira e o grau de temperatura são menores, há redução na oxidação da fibra capilar se comparado com os processos em que se busca o cabelo chapado. “Na finalização, a escova é feita na cabeleira limpa e já alisada, o que evita o ressecamento e a falta de brilho”, explica Adriana Damasceno.



6-Definitiva, sim!
novo-alisamento6Segundo Thonny, essa técnica é indicada principalmente para os fios mais resistentes, como o afro. “A dica é usar tioglicolato de amônio para modificar a estrutura da fibra capilar, deixando as madeixas alinhadas e disciplinadas”. Aqui, o segredo é aplicar menos produto e deixar agir por menos tempo. Existem, também, novas linhas que associam o tioglicolato com substâncias hidratantes, como o semi di lino e o óleo de argan, para dar às cabeleiras alisadas o aspecto natural da moda!

7-Lucre com a novidade
novo-alisamento7Como todo processo químico, é necessário que se faça a manutenção no salão, o que já é uma vantagem para o profissional. Para Adriana, a cliente que adota essa tendência volta em menos tempo ao estabelecimento. “Ela quer valorizar o visual, portanto, investe em cuidados de hidratação e recuperação e também quer manter o corte em dia”, diz.

Márcio Granado ensina a fazer o corte de Maju Coutinho

Por Patricia Santos em sex, 15/07/2016 - 14:01
Márcio Granado, hairstylist do salão Farré Hair Clinic, em São Paulo, mostra o passo a passo do corte glamouroso para fios crespos, que ele mesmo criou para a jornalista Maju Coutinho, da TV Globo.
Usando a técnica de esculpir o cabelo, o resultado é muito mais leveza com volume e comprimento simplesmente intactos! Veja como fazer:
passo-a-passo-corte-maju-antes
Antes.
passo-a-passo-corte-maju-1
1. Inicie o corte a seco pela lateral, com mechas verticais. A tesoura deve sempre seguir o sentido do cabelo.
passo-a-passo-corte-maju-2
2. Repetindo o mesmo movimento da tesoura, contorne a cabeça, sempre cortando na vertical.
passo-a-passo-corte-maju-3
3. Com os dedos, penteie as madeixas para sentir o volume e analisar se há fios sobrando.
passo-a-passo-corte-maju-4
4. Corte onde houver excesso de volume.
passo-a-passo-corte-maju-5
5. Nas pontas frontais, traga as mechas no sentido do queixo para fazer o corte.
passo-a-passo-corte-maju-6
6. Tonalize as mechas com Richesse 6.34, da L’Oréal Professionnel. No caso da modelo, o tom de loiro frio estava envelhecendo o visual.
passo-a-passo-corte-maju-7
7. Com os fios molhados, revise o corte, sempre com a tesoura na vertical.
passo-a-passo-corte-maju-8
8. Elimine somente as poucas pontas que sobraram, pois o formato já foi dado com o corte a seco.
passo-a-passo-corte-maju-9
9. Com uma toalha, pressione suavemente os cachos para reduzir a umidade.
passo-a-passo-corte-maju-10
10. Use um difusor para preservar os cachos.
passo-a-passo-corte-maju-11
11. Por fim, use um difusor em formato de pente para levantar a raiz.
passo-a-passo-corte-maju-depois
Depois.





























 penteados de casamento para a primavera


Uma das épocas mais bonitas do ano chegou: a primavera! E com ela, afloram muitos sentimentos bonitos. Por isso, este mês resolvi falar sobre casamentos. Os penteados para noivas variam muito e podem ser tanto descontraídos e bagunçados, como alinhados e clássicos, dependendo do ambiente e das características da cerimônia. No entanto, o que eu sempre digo para minhas clientes é que a noiva não deve ser a mais penteada, mas a mais feliz.
Quem deseja casar no campo e durante o dia, deve apostar em um cabelo mais romântico e, acima de tudo, natural. Costumo dizer que tudo, no penteado campestre, é pela metade. Os semi-presos e os semi-trançados são a bola da vez, como já ficou evidente no tapete vermelho do último Emmy Awards e na recente NY Fashion Week.
casamentos-wnunes-zac-posen
Beauté semi-preso de Zac Posen, na NY Fashion Week
Adereços feitos com flores naturais são incríveis e combinam com a ocasião, mas, se optar por usá-los, não exagere na desestruturação dos fios, para manter a harmonia.
casamentos-wnunes-semipresocomflores
E modelo semi preso com arranjo de flores simples
Já aquelas que optarem pela praia como cenário do grande dia, devem optar por cabelos soltos e bem texturizados. O estilo ‘’messy’’, mais descontraído, está em alta e combina com esse tipo de ambiente.
casamentos-wnunes-sophie-turner
Tranças no estilo messy hair
Os arranjos de flores devem ser bem mais simples, quando existirem no penteado. Pequenos adereços e brilhos também podem completar o look.
casamentos-wnunes-tranças
Pequenos adereços completam o penteado
Para as noivas mais tradicionais, que não abrem mão de um casamento clássico – na igreja, por exemplo – e à noite, devem tomar cuidado para não exagerar na formalidade e perder a harmonia. Se o vestido for mais clássico e cheio, o penteado deve ser mais simples para que não ofusque o figurino, e vice-versa. Uma outra forma de manter o equilíbrio é seguir a regra: se o penteado for mais comportado na parte da frente, a parte de trás deverá estar mais bagunçada, e assim por diante.
casamentos-wnunes-olivia-pulpo
O coque despojado na parte de trás e arrumado na frente é uma opção moderna para noivas clássicas
casamentos-wnunes-coque
Assim como no penteado criado pela equipe do Studio W
Vale lembrar que isso tudo deve ser pensado pelo profissional e conversado com a cliente, levando em consideração o estilo e a personalidade de cada uma. O casamento é uma cerimônia extremamente especial para a mulher, então, nada mais justo do que nesse dia ela estar feliz com seu próprio visual. Tenho que dizer que as noivas que eu penteio nunca se separam. Será que dou sorte? Até o mês que vem!






























10 bons motivos para garantir sua Cabelos&cia de setembro

Por Patricia Santos em qui, 08/09/2016 - 18:05
A Cabelos&cia de setembro está simplesmente imperdível! Veja 10 motivos pelos quais você PRECISA garantir logo a sua. Em tempo, é só correr até a banca de jornal mais próxima ou acessarwww.lojasegmento.com.br!
1. Poderosa cacheada
10-mot-set-sheron
Sheron Menezzes em um ensaio de encher os olhos com beleza assinada pelo top beauty artist André Veloso. A atriz ainda revela todos os segredos do seu crespo dos sonhos!
2. Em nome da beleza
10-mot-set-natalhie-roos
Uma entrevista exclusiva e muito inspiradora com Natalhie Roos, nova presidente mundial da divisão profissional da L’Oréal, que revela sua maior missão: dar apoio total à paixão dos cabeleireiros de fazer a diferença na vida dos clientes.
3. Especial Crespos

10-mot-set-esp-cachos
Como decifrar o tipo de cacheado de cada cliente e atendê-las do jeito certo e com produtos exclusivos.
4. Tendências
10-mot-set-trends
Quase 50 páginas de visuais nacionais e internacionais que são pura inspiração para o seu dia a dia no salão.
5. Meu 1º salão
10-mot-set-esp-meu-1-salao
Separamos 13 dicas matadores de verdadeiros experts em negócios para garantir o sucesso no seu empreendimento.
6. Na mira das orientais
10-mot-set-beleza-oriental
As particularidades da mulher com características asiáticas para você estar sempre pronto(a) para atender a uma clientela singular e exigente.
7. Sobrancelhas de ouro
10-mot-set-esp-sobrancelhas
O embelezamento do olhar é um dos negócios mais lucrativos da estética. Veja como investir com sabedoria nesse nicho e aproveite as dicas de quem chegou lá!
8. Questão de biossegurança
10-mot-set-depilação
Sabia que altas temperaturas não reduzem o risco de contaminação na depilação? Esses e outros mitos são revelados por uma especialista no assunto.
9. Saias justas
10-mot-set-saia-justa
Dicas certeiras para evitar, e consertar, aqueles erros básicos de atendimento que a afastam a clientela do salão.
10. Técnica apurada
10-mot-set-passos

Denim hair, mechas babylights, corte da Kylie Jenner… esses e outros passo a passos com as tendências da vez!    

INSPIRAÇAO DO DIA 

                      Resultado de imagem para inspiração cabelos cacheados

COMO RETIRAR OS NÓS DO CABELO 

As donas de cabelos finos sabem que basta um vento para os fios embaraçarem e formarem nós. Fatores climáticos e físicos como sol, chuva e poluição não são os únicos vilões dos entrelaçamentos indesejáveis. Incluem-se nessa lista processos químicos de tinturas, descoloração, alisamento, cabelos presos com elásticos e o uso do secador em excesso.
E por que será que eles insistem ficar no meio do caminho da escova ou do pente? Há várias razões. O cabelo embaraça porque as cutículas dos fios estão abertas, em uma espécie de escama de peixe, o que favorece a união dos fios e o surgimento dos benditos nós.Segundo a terapeuta capilar do Studio de Beleza Sonia Nesi, do Rio de Janeiro, quanto mais ressecado e indisciplinado estiver o fio, maior a chance de ele embaraçar. Enquanto o vento é o responsável pelo embaraçamento dos fios no inverno, a radiação solar e os banhos de mar e piscina são culpados no verão. E tantos nós originam falta de brilho capilar, o surgimento de pontas duplas e até a quebra do fio.

Abaixo aos nós!

Especialistas alertam o uso do shampoo inadequado, com ph alcalino acima de 6,5 e sal na fórmula, que só contribuem para a formação dos nós. Outros sinais de atenção que provocam o embaraço são tingir os cabelos em um intervalo curto de tempo, menos de 30 dias, adotar dois processos químicos simultaneamente, como alisar e descolorir, deixar o secador de cabelo ou chapinha em temperaturas muito elevadas e prender os cabelos ainda molhados.
Na hora de penteá-los, os profissionais indicam a escova em formato raquete. Com ela, inicia-se a soltura dos fios pelas pontas e, depois, em direção à raiz, sempre separando mechas não muito grandes. Estas escovas são encontradas em vários materiais, inclusive madeira.
Veja alguns hábitos que você pode adotar para reduzir os nós nos cabelos no dia a dia.
• Penteie o cabelo ainda seco, antes mesmo de entrar no banho;
• Dê preferência a xampus, condicionadores e finalizadores adequados para cada tipo de fio;
• Mantenha os cabelos sempre hidratados;
• Utilize produtos com formulações que contenham lipídios, como ceramidas e óleos vegetais, pois eles ajudam na lubrificação das cutículas, propiciando fios mais soltos;
• Procure enxaguar os fios sempre com água fria, o que facilita o fechamento da cutícula.
• Utilize também um creme de pentear. O da TRESemmé, por exemplo, possui ação fortalecedora que ajuda a recuperar a estrutura do fio enfraquecido usando uma fórmula rica em Vitamina B6 e Colágeno. Ideal para um desembaraço instantâneo, o spray repara o cabelo danificado sem criar nenhum efeito pesado.
Ele é muito comum mesmo em cabelos crespos/cacheados. São nada mais que nós que se formam na pontinha dos fios. São minúsculos, e são um saco porque a partir deles pode se formar outros nós em outros fios e o cabelo ficar frágil e quebradiço.
Vou contar para vocês a minha experiência com eles e a minha felicidade quando eu soube que tinha "solução" que na verdade são prevenções.

Quando eu tinha uns 6 pra 7 anos, eu me lembro que minha mãe havia percebido esses nós porque o meu cabelo havia ficado mais áspero e quebradiço, daí ela me levou em um salão para mostrar e perguntar sobre isso! A moça do salão não soube responder, eu não sei se é um dos deveres do cabeleireiro saber ou não, só sei que ela não sabia! Ela disse que o meu cabelo era muito cheio e que precisava abaixar o volume para facilitar o desembaraço, enfim... Toda errada. Eu com essa idade tão nova sabia o que eu não queria, e eu não queria alisar os meus cachos e mamis por sua vez não acatou o "conselho" da cabeleireira e fomos embora, claro kkkkkk e ficou por isso mesmo, eu tive que ficar com os danados dos nós no cabelo --'. 

Um belo dia (uns 8 anos depois) eu "passeando" no Youtube vi um vídeo falando sobre nozinho de fada, eu curiosa assisti o vídeo e as dicas mudaram a vida do meu cabelo quer saber? São fáceis e muito simples.

Cortar as pontas do cabelo, que é onde fica os nozinhos de fada:


Para mim cortar seria na última instância... Eu nunca cortei por causa de nós de fada, sempre preferi cuidar para que o cabelo não formasse mais nós e danificasse ainda mais o cabelo. Se você cortar e tomar as medidas necessária para que esses nós não voltem a aparecer, ok! Agora se cortar e não mudar a forma como cuida do seu cabelo eles vão tornar a aparecer, iai vai cortar de novo? Não dá né gente.

Como você está desembaraçando esse cabelo?


Antigamente eu não sabia cuidar do cabelo e sempre desembaraçava ele seco e dai os fios se embolavam um no outro e os nós só aumentavam... Não desembarace nunca o cabelo seco! Ta ai um motivo que eu nunca dou escova e prancha no meu cabelo. A estrutura dele é seca e bem fino então quando eu der escova vou ter que puxar muito para ele ficar lisinho e imagino o quanto de nó que irá formar e irá quebrar.

Umectação Noturna:


Eu vou continuar a bater nessa tecla sempre! Umectar é vida para os cabelos crespos/cacheados. O óleo irá deslizar nos fios, logo os fios deslizando uns nos outros não irá provocar o embaraçamento e o nó de fada enquanto você dorme. Sem contar que o cabelo melhora o ressecamento, da brilho, maciez, nutri os fios, é tudo de bom. 
A forma como é feita a umectação é importante também. Nada de passar os dedos entre os fios, porque a umectação é feita com o cabelo sujo e embaraçado se você passar os dedos no cabelo seco tipo desembaraçando sabe? Irá quebrar bastante o cabelo.

Fronha ou touca de cetim:


Como eu já disse mil vezes em posts aqui kkkkkk nada de fronha de algodão já que ela causa atrito com o cabelo, daí vai embolar, embaraçar os fios e por fim o cabelo terá milhões de nozinhos de fada! A fronha de cetim ou a touca desliza no cabelo, então não terá o embaraçamento e por consequência nenhum nozitooo! ;)

Desfazer os nós com uma agulha e paciência!


Bota paciência nisso em? Desfazer nó por nó. É possível sim, porém não indico. Uma vez feito o nó o cabelo fica marcado por ele, daí quando desfazer, aquela marca do nó irá ficar lá na ponta do cabelo. Essa parte deformada pode ocasionar que o nó seja refeito ou que outros fios se embolem nessa deformação e a consequência é de mais nós. Ou seja nó, nó e mais nó :/


Espero que tenham gostado gente! Um cabelo bem hidratado e com esses cuidados que eu citei acima com certeza os resultados virão e a expectativa de tempo é mais ou menos 5 a 6 meses para ver a melhoria dos nós. Para mim foi assim também, melhorou bastante já! Eu ainda tenho uns na região da nuca e sou persistente com fé em Deus eles irão sumir! 


Shampoo natural para queda de cabelo

Este shampoo natural para a queda de cabelo é feito com essências de alecrim, tomilho e lavanda que ajudam a estimular o crescimento do fio de cabelo.

Ingredientes

  • 250 ml de um shampoo com pH neutro para bebês
  • 30 gotas de essência de alecrim
  • 10 gotas de tomilho
  • 10 gotas de alfazema

Modo de preparo

Misture muito bem todos os ingredientes. Use o shampoo massageando bem o couro cabeludo para estimular a circulação sanguínea e deixe atuar por 3 minutos. Enxágue e a seguir, se for necessário, hidrate os fios com uma máscara natural.
Este shampoo natural não contém parabenos e outros produtos tóxicos que podem ser prejudiciais à saúde e podem ser indicados para todo tipo de cabelo.

Suco de cenoura para o cabelo crescer mais rápido

O suco de cenoura com iogurte é um ótimo remédio caseiro para ajudar o cabelo a crescer mais rápido, pois a cenoura é rica em vitamina A e o iogurte presente neste suco é rico em proteínas, nutrientes necessários para ajudar a formar o fio de cabelo.

Receita do suco de cenoura com iogurte

Esta receita é muito fácil de fazer e pode ser tomada todos os dias para ajudar o cabelo a crescer.
Ingredientes
  • 1 cenoura média, crua com casca
  • 1 copo de iogurte natural
  • Suco de 1 laranja
Modo de preparo
Bater todos os ingredientes no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Depois beber o suco sem coar, 1 vez por dia, todos os dias.
Outra receita para o cabelo ficar mais forte:

Dicas para o cabelo crescer mais rápido

Outras dicas para cuidar da saúde do cabelo são:
  • Evitar prender o cabelo e usar bonés ou chapéus, que abafam e retiram a luz da raiz do cabelo, podendo comprometer o crescimento do fio;
  • Massagear o couro cabeludo todos os dias, para aumentar a circulação sanguínea local, pode melhorar o crescimento dos cabelos.
  • Comer bem para oferecer à raiz do cabelo a maior quantidade de vitaminas possível.
O cabelo cresce em torno de 1 centímetro por mês e, normalmente, entre o outono e o inverno, é normal que a queda de cabelo se intensifique, porém, a alimentação rica e variada garante a manutenção da saúde do cabelo e do couro cabeludo.
Um dermatologista deve ser consultado caso exista a dúvida sobre o tipo de produtos a ser utilizado, para saber o número de vezes que se deve lavar o cabelo e até que tipo de suplementos alimentares podem ser tomados para aumentar a saúde do cabelo.


Receita caseira para o cabelo crescer

Uma ótima receita caseira para o cabelo crescer mais rápido é aplicar jojoba e babosa no couro cabeludo, pois ajudam na regeneração das células e estimulam o cabelo a crescer mais rápido e forte.
Normalmente, o cabelo cresce entre 10 a 12 centímetros por ano, e é mais fácil medir esse crescimento no cabelo liso. Com este remédio o valor deve ser maior, mas os resultados podem variar de pessoa para pessoa.
Receita caseira para o cabelo crescer
Ingredientes 
  • 1 colher de óleo de jojoba
  • 60 ml de gel de babosa
  • 15 gotas de óleo essencial de alecrim
  • 10 gotas de óleo essencial de cedro-das-atlas (cedrus atlântica)
Como fazer 
Misture muito bem todos os ingredientes e passe no couro cabeludo na noite anterior à lavagem do cabelo, fazendo uma suave massagem. Guarde o que sobrar em local fresco, em um recipiente de vidro escuro.
Outra receita caseira para fortalecer o cabelo:

Truques para o cabelo crescer rápido

Alguns truques para o cabelo crescer rápido e saudável:
  • Ter uma alimentação boa e variada (a desnutrição  e a carência nutricional reduz o crescimento normal dos fios de cabelo)
  • Manter o corpo bem hidratado
  • Manter o couro cabeludo com uma oleosidade controlada
  • Lavar o cabelo com o shampoo adequado ao tipo de cabelo
O óleo de jojoba e a babosa mantêm o couro cabeludo saudável e as essências aceleram o crescimento dos fios de cabelo. Já a massagem irá aumentar a circulação local, favorecendo o crescimento dos fios.

7 dicas para o cabelo crescer mais rápido

Geralmente, o cabelo, os pêlos e a barba crescem 1 centímetro por mês, mas existem alguns truques e dicas que podem faze-los crescer mais rápido, como garantir todos os nutrientes que o corpo precisa para formar os fios e melhorar a circulação sanguínea local.
Ao seguir estas dicas, o cabelo e a barba devem crescer mais rápido, no entanto, existem casos em que o cabelo não cresce devido a doenças ou ao acúmulo de toxinas no organismo e, por isso, se não notar nenhuma mudança em 3 meses, é aconselhada uma consulta com um dermatologista. Veja também: Como fazer o cabelo crescer mais rápido depois da quimioterapia.
As 7 dicas para o cabelo e a barba crescerem mais rápido são:

1. Comer mais alimentos ricos em proteínas

Os alimentos ricos em proteínas, como carne, peixe, leite, ovos e iogurte, são necessários para formar a matriz capilar que dá origem ao cabelo e a barba, por isso, ao ingerir uma maior quantidade deste nutriente os fios tendem a crescer mais rápido e mais bonitos.
Confira uma receita simples para facilitar o crescimento do cabelo e da barba em: Suco de cenoura para o cabelo crescer mais rápido.

2. Massagear o couro cabeludo ou pentear o cabelo

Durante a lavagem dos fios, deve-se fazer uma boa massagem em todo o couro cabeludo com as pontas dos dedos porque isto aumenta a circulação sanguínea local favorecendo o crescimento dos cabelos. Quem não lava os cabelos todos os dias pode pentear os cabelos durante alguns bons minutos, diariamente, porque este hábito também melhora a circulação sanguínea no couro cabeludo.
Quando se deseja que a barba cresça o que se pode fazer é 'pentear' a região com um pente fino, por exemplo.

3. Tomar vitaminas para o cabelo crescer

As vitaminas, como Pantogar e Innéov nutricare, são excelentes para fazer o cabelo crescer porque nutrem a raiz dos cabelos e melhoram a circulação sanguínea da região, o que leva o cabelo a crescer mais rápido. Veja como usar uma de uma destas vitaminas em: Pantogar.
Veja também a receita desta deliciosa vitamina para fortalecer o cabelo:

4. Usar corretamente o condicionador

Não se deve colocar condicionador na raiz porque isso dificulta a circulação sanguínea no couro cabeludo e o crescimento dos fios. Por isso deve-se aplicar o condicionador e o creme sem enxágue, no mínimo, 4 dedos após a raiz do cabelo.
Consumir mais alimentos ricos em proteínasConsumir mais alimentos ricos em proteínas
Massagear o couro cabeludoMassagear o couro cabeludo

5. Deixar de fumar e evitar usar bonés

Deixar de fumar e de ficar perto de quem fuma também é importante porque o cigarro prejudica à saúde e danifica os cabelos, deixando-os mais fragilizados e quebradiços. O hábito de usar chapéus e bonés pode abafar a raiz dos cabelos, dificultando o seu crescimento, e aumentam o risco de desenvolvimento de fungos e, por isso, devem ser evitados.

6. Prender o cabelo

Prender o cabelo fazendo um rabo de cavalo ou uma trança, por exemplo, exerce uma pressão moderada nos fios que pode facilitar o crescimento, mas é preciso ter cuidado porque, se houver muita pressão, o cabelo pode quebrar ou cair.
No entanto, não é recomendado prender o cabelo quando ele estiver molhado porque isso também pode facilitar o desenvolvimento de fungos, fragilizando o cabelo e deixando um cheiro menos agradável.

7. Hidratar o cabelo 1 vez por semana

Hidratar os fios semanalmente com uma máscara adequada para o seu tipo de cabelo é importante para que o cabelo cresça bonito e não fique danificado. Após lavar os fios com shampoo e condicionador, deve-se enxaguar muito bem, até que não fique nenhum vestígio de creme nos cabelos porque os resíduos podem dificultar o crescimento dos cabelos. Para fazer uma hidratação adequada veja como saber seu tipo de cabelo.
Indivíduos com cabelos muito crespos ou afro podem achar que seus cabelos demoram muito tempo para crescer, porque eles vão se enrolando naturalmente desde a raiz, mas isso não quer dizer que não cresçam normalmente.Todas estas dicas também podem ser utilizadas para facilitar o crescimento da barba e de outros pêlos do corpo.

Como diminuir o volume dos cabelos

Para diminuir o volume dos cabelos é importante usar produtos próprios para cabelos volumosos, pois eles contêm substâncias que ajudam a reduzir o frizz e o volume, ajudando também a conferir brilho aos fios de cabelo.
Além disso, o corte de cabelo também é fundamental para reduzir o volume dos fios de cabelo, assim como, a secagem dos cabelos que, de preferência, deve ser ao natural.
Desta forma, para diminuir o volume dos cabelos, recomenda-se:
Usar shampoo e condicionador própriosUsar shampoo e condicionador próprios
Usar um leave-inUsar um leave-in
Usar um pente de madeira com dentes largosUsar um pente de madeira com dentes largos

1. Lavar os cabelos com shampoo e condicionador próprios

Os shampoos e condicionadores para cabelos volumosos ajudam a diminuir o volume dos cabelos ainda durante a lavagem. Alguns exemplos são o Frizz Control da Wella Pro Series, o No Frizz da Beauty, a linha Liso e Sedoso da TRESemmé, a linha Quera-Liso da Elseve e a linha Redutor de Volumes da Vizcaya.

2. Usar um leave-in depois da lavagem

O leave-in, após a lavagem dos fios, ajuda a controlar o frizz e a diminuir o volume dos cabelos. Alguns exemplos são o Absolut Repair da L'Oreal, o Ciment Thermique Kerastase Resistence ou o Kérastase Oil Relax Leave In.

3. Usar um pente de madeira com dentes largos

O pente de madeira com dentes largos não deixa o cabelo elétrico e com frizz e, por isso, ajuda a reduzir o volume.
Secar os cabelos naturalmenteSecar os cabelos naturalmente
Fazer uma hidratação 2 vezes por mêsFazer uma hidratação 2 vezes por mês
Cortar o cabelo em camadasCortar o cabelo em camadas

4. Secar os cabelos naturalmente

Os cabelos devem secar naturalmente, pois os secadores eletrizam os fios. Porém, se for necessário secar os cabelos com secador, deve-se usar o secador a uma distância de aproximadamente 15 cm e com ar frio, posicionando-o de cima para baixo.
Para finalizar pode-se passar a chapinha, que tira bastante o volume. Mas antes, deve-se passar um creme termoprotetor para evitar que os fios fiquem ressecados e frizzados.

5. Fazer uma hidratação 2 vezes por mês

A hidratação ajuda a fechar as cutículas do fio, ajudando a diminuir o volume dos cabelos. A hidratação deve ser feita duas vezes por mês. Veja algumas receitas caseiras em: Hidratação para cabelos.

6. Cortar o cabelo em camadas

O corte do cabelo também é importante porque o corte em camadas retira volume ao cabelo. Além disso, quanto mais curto for o cabelo, mais volume terá.
Em último caso, pode-se alisar os cabelos, pois o alisamento é uma das formas de conseguir diminuir drasticamente o volume. No entanto, se deseja cabelos encaracolados, certos tratamentos como o alisamento a laser e a escova progressiva de chocolate, quando realizados sob baixas concentrações, podem diminuir o volume e o frizz em até 60% sem alisar os cabelos.














































Como desencanar da química e encarar a transição capilar sem medo

O visual natural que está em alta inclui o volume dos fios crespos e cacheados. Você quer seu cabelão de volta? Veja como fazer a transição.

Desapegar do alisamento não é das tarefas mais fáceis para quem depende dele há anos. Mas a tendência de fios cada vez mais naturais, com cachos e textura, invadiu as passarelas, campanhas de moda e, sobretudo, as discussões na internet. É só dar uma busca no Instagram com as hashtags #TransiçãoCapilar ou #BigChop para entender que bem mais de 100 mil pessoas andam falando do assunto. “Costumo dizer que, na verdade, foi a moda que se rendeu ao movimento do cabelo natural”, diz Rayza Nicácio, youtuber expert no assunto, que fez o primeiro relaxamento aos 9 anos. “Assumir os cachos resulta em um processo de autoconhecimento muito forte. E hoje é também uma forma de quebrar os padrões em companhia de muita gente que está no mesmo momento.”

Para Heloísa Assis, a Zica, referência quando o assunto é cabelo crespo e proprietária do Beleza Natural, rede de salões de beleza para cabelos crespos e ondulados, “até quem tem cabelo liso quer adotar a textura ondulada”. Só que, infelizmente, o retorno aos cachos não é instantâneo nem indolor. E, muitas vezes, nem sequer é uma opção. É a conta a pagar por anos de escova progressiva, que enfraquece os fios a tal ponto que só abrindo mão do alisamento é possível recuperar a saúde do cabelo. Nos dois casos, o desafio está justamente em lidar com a transição. E esse processo está longe de ser classificado como “lavou, tá novo”. Uma das dúvidas mais frequentes é o que fazer enquanto a raiz dos fios cresce cacheada e o comprimento permanece liso. A gente sofre ao dizer, mas é praticamente impossível recuperar o cacheado natural nas mechas alisadas.

Tesourada inicial

Você faz parte do time que quer os cachos de volta? Então, o primeiro passo é ir ao cabeleireiro e fazer um corte intermediário, que vai remover as pontas enfraquecidas pela química. “Isso ajuda o cabelo a aproveitar melhor a hidratação, que deve ser feita semanalmente”, diz Zica. De cara, ela recomenda tirar pelo menos quatro dedos do comprimento.
A convivência com duas texturas diferentes vai durar algum tempo. “Se a sua progressiva já estava indo embora ou você era adepta de escova e chapinha, o melhor a fazer é apostar em produtos que ativem os cachos, disfarçando essa diferença”, explica Renata Dios, do Spa Dios, em São Paulo. Acredite, é melhor estimular o volume e a textura da parte de baixo do que forçar a raiz a ficar lisa.
Lembra-se das sessões de hidratação? Elas são fundamentais por dois motivos: ajudam o comprimento liso a ficar mais macio e brilhante e também cuidam do cabelo que está nascendo, já que a estrutura dos fios cacheados é mais sensível e dificulta que a oleosidade da raiz chegue até as pontas. Sim, ele precisa de uma força extra para não ficar opaco e ressecado.
Disfarçar é precisoUm palmo de raízes naturais é o suficiente para que o desconforto com as duas texturas apareça. A forma mais fácil de disfarçar é prendendo tudo em coques e rabos de cavalo. Expert do Instituto Embelleze, no Rio de Janeiro, Daniele Nascimento recomenda a técnica dos coquinhos: divida o cabelo todo em mechas finas, torça e prenda com a ajuda de grampos. “Use um gel ou leave-in modelador para ajudar na fixação”, ensina. Outra alternativa é fazer tranças, que, quando soltas, deixam o cabelo ondulado.
Uma forma comum de igualar as texturas é escovando o cabelo ou fazendo babyliss para cachear as pontas, mas é preciso ter cuidado em dobro — tanto estica e puxa sob altas temperaturas pode detonar o cabelo novinho, e aí… Adeus, cacheado! “Use um creme termoativado e seja delicada quando fizer esse processo”, diz o cabeleireiro Wilson Eliodorio, especialista em cacheadas e responsável pelo cabelão da atriz Taís Araújo. Nessa fase, resista à tentação de usar novas químicas — mesmo que sejam leves, provisórias ou que alisem “só um pouquinho” a raiz.


Big chop dramaNão tem jeito: a brasileira ama cabelão. Por isso, o maior medo de quem está em plena transição é passar pelo big chop (“grande corte”, em português), feito para eliminar toda a parte alisada de forma radical. “Toda a minha família faz alisamento e eu nunca tive uma referência de como seria ter o cabelo crespo. É uma grande mudança”, conta a atriz Erika Januza, que deu adeus ao cabelão liso, que ficava na altura da cintura (!), quando passou no teste para a série de TV Subúrbia, da Rede Globo, em 2012. “Chorei demais, me senti a pessoa mais feia do mundo”, confessa.

Leitora da COSMO, a mecânica automotiva Kelly Caroline Silva, de São Paulo, também anda sofrendo bastante com o corte. “Ainda acho difícil ter o cabelo curto e não consigo acordar me sentindo linda”, conta. “Ao mesmo tempo, não quero voltar atrás: antes não usava brincos longos ou roupas superestampadas, e o curto me deixa mais confortável para experimentar. Muitas vezes fico me sentindo mais moderna e estilosa.”
Esse corte tem mesmo um grande impacto em quem está passando pela transição. No entanto, depois do choque inicial, a maioria das mulheres fica feliz. “Os cachos se destacam e o cabelo fica fortalecido”, afirma Wilson. Mesmo assim, Rayza dá um ótimo conselho: “Não adianta encarar essa etapa sob pressão, achando que ela é obrigatória. Muita gente consegue deixar os fios crescerem até a nuca, por exemplo, para dispensar a fase traumática de ficar com fios muito curtos. O importante é respeitar seu tempo”.
Outra dica preciosa: não dê bola para os haters e mantenha distância da amiga insistente que quer dar opinião a qualquer custo.
Cabelinho novo
Quando boa parte dos fios alisados vai embora, começa a fase de namoro com o novo cabelo. É o momento de testar penteados e produtos e até de descobrir o seu tipo de cacho. “Cada cabelo responde de forma distinta aos cremes”, afirma Zica. Opções não faltam: há uma série de óleos, leave-ins e, mais recentemente, os produtos low, light e no poo, que prometem limpar e condicionar cabelos cacheados e crespos de forma menos agressiva. Se mesmo assim seus fios estiverem sem forma, com frizz exagerado e cachos sem definição, não entre em desespero! Essas características são normais e têm até nome: scab hair. “Mesmo natural, o fio ainda pode estar confuso e carregando resquícios de agressões anteriores”, diz Rayza. Tenha paciência.

Tudo vale a pena?
A fase de adaptação pode levar entre um e dois anos, segundo Rayza. E você pode pensar: vale a pena passar por tudo isso? Sim! “Ter um cabelo crespo depois de tanto tempo foi libertador. As pessoas que me viam como morena passaram a me enxergar como negra. Estou feliz fora do padrão liso”, confessa Kelly. E aí, pronta para o desafio?

22 celebridades mostrando que dá para ser chiquérrima sem alisar o cabelo

Vai ter black power no red carpet, sim, senhor! Também vai ter cabelo crespo, cacheado, com trança afro e até com dreads.

Afros, crespos, cacheados, trançados e – por que não? – com dreads. Cada vez mais mulheres negras estão deixando a progressiva de lado, lindas e cheias de orgulho. Só que sempre tem um cidadão à postos para dizer que que cabelo alisado é mais chique, mais sofisticado e até mais profissional. Para quem acredita que isso é só questão de opinião, pare um segundo para refletir sobre o conceito de “cabelo ruim”. 

Recentemente, e em mais de uma ocasião, Silvio Santos constrangeu criançasna TV, desmerecendo seus cabelos crespos. No DomingãoFausto Silva achou OK dizer a uma dançarina da Anitta que o cabelo dela parecia uma vassoura de bruxa. Na Rede TV, Val Marchiori comentou que o cabelo de Ludmilla perecia um bombril, durante o carnaval desse ano. No programa Fashion Police, a apresentadora Giuliana Rancic ~brincou~ que os dreadlocks da atriz Zendaya provavelmente cheiravam a maconha. Bom, aí se apresentadores de TV se sentem plenamente confortáveis para falar tudo isso em frente às câmeras, não é preciso ser um gênio para imaginar o que as negras ouvem diariamente por aí.
Felizmente, já tem até miss provando que cabelo afro é muito bom, sim, senhor! E teve a poderosíssima Kerry Washington, assumindo os crespos na última edição do Emmy Awards
Então, seja para você se inspirar ou apenas para admirar a beleza dessas mulheres, aí vai uma lista de 22 celebs que provam que dá para abandonar o alisamento e ser chiquérrima ao mesmo tempo.
1. Solange Knowles
Verdade seja dita: é bem difícil escolher só um look incrivel de Solange. Mas ela com esse black no Met Gala de 2013 foi babado demais!
Andrew H. Walker e Dimitrios Kambouris/Staff/Getty Images
Andrew H. Walker e Dimitrios Kambouris/Staff/Getty Images
2. Danai Gurira
Lembra da badass Michonne, de The Walking Dead? Quando não está caçando zumbis, ela arranja tempo para divar no red carpet!
Dimitrios Kambouris/Staff/Getty Images
Dimitrios Kambouris/Staff/Getty Images
3. Paula Lima
As definições de “cara da riqueza” foram atualizadas.
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
4. Lupita Nyong’o
Mas pode usar turbante com vestido longo de festa? Deus, digo, Lupita, mandou avisar que sim!
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
5. Janelle Monáe
A serenidade no olhar de quem está na lista VIP da Casa Branca.
Alex Wong/Staff/Getty Images
Alex Wong/Staff/Getty Images
6. Amandla Stenberg
Lembra da Rue, de Jogos Vorazes? Ela cresceu e está sempre dando close certo nas festinhas!
Larry Busacca/Staff/Getty Images
Larry Busacca/Staff/Getty Images
7. Erika Januza
Cabelo crespo meio preso na lateral é sempre sucesso, ainda mais com um brincão luxuoso para ornar.
Divulgação/Globo
Divulgação/Globo
8. Zendaya
Mas pode usar dreadlocks em pleno Oscar? Estudos comprovam que sim!
Jason Merritt/Staff/Getty Images
Jason Merritt/Staff/Getty Images
9. Ava DuVernay
Outra maravilhosa que prova por a+b que dreads podem ser puro luxo, sim, senhor!
Pascal Le Segretain /Staff/Getty Images
Pascal Le Segretain /Staff/Getty Images
10. Cris Vianna
“Ooops, roubei a cena? Desculpe, amore!”
Divulgação/Globo
11. Kerry Washington
Cabelão, barrigão e lacração no Emmy Awards 2016.
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
12. Tais Araújo
Tem como ser mais chique do que isso, meu Brasil? ( ) Não ( ) Nunca ( ) Nem em sonho (x) Todas as anteriores
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
13. Zoe Kravitz
Pausa para Zoe ensinando como se faz, em Cannes!
Danny E. Martindale/Stringer/Getty Images
Danny E. Martindale/Stringer/Getty Images
14. Viola Davis
“Aqui de boas, sendo a atriz do ano. Beijos!”
Jason Merritt/Staff/Getty Images
Jason Merritt/Staff/Getty Images
15. Sabrina de Paiva
“Aqui de boas, garantindo vaga no Miss Brasil. Beijão!”
AgNews
AgNews
16. Willow Smith
Tranças afro + coque alto + broche. A piece de resistance​ da atual querinha do Karl Lagerfeld
Dimitrios Kambouris/Staff/Getty Images
Dimitrios Kambouris/Staff/Getty Images
17. Yara Shahidi
E por falar em teenagers, Yara é a garota que você precisa conhecer já! É muito look impecável e é muito penteado perfeito pra uma pessoa só. Sério!
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
18. Keri Hilson 
Manda mais trança afro que tá pouco! Poder define. 
Kevin Winter/Staff/Getty Images
Kevin Winter/Staff/Getty Images
19. Teyonah Parris Wears
Outra atriz para ficar de olho! Teyonah é tão linda que parece uma pintura e ela é a rainha absoluta dos penteados afro no red carpet. Apenas guarde esse nome, amiga!
Kevin Winter/Staff/Getty Images
Kevin Winter/Staff/Getty Images
20. Sheron Menezzes
Alguém aí falou em impecável? Sempre, né, mores!
Divulgação/Globo
Divulgação/Globo
21. Esperanza Spalding
Black é poder, sim ou sempre? OBS: Esperanza tem 1 Grammy e muitos looks babadeiros no currículo. Luxo!
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images
22. Maju Coutinho
Aquela que nos dá aula de elegância todos os dias. Obrigada, sua linda!
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram











































Transição capilar: 6 garotas provam que é possível sim recuperar os cachos

Nem sempre é fácil, mas o resultado vale a pena!

Passar pela transição capilar para recuperar seus cachos naturais nem sempre é fácil. Este é um período muito delicado de transformação e mudanças, e é preciso paciência para respeitar o tempo de crescimento e fortalecimento do seu cabelo.
Além das dificuldades naturais, é preciso ter muita força para lidar com o preconceito! Ainda tem gente achando que cabelo pro alto e volumoso não é bonito, profissional ou até respeitoso. A falta de informação também é um obstáculo: até alguns cabelereiros continuam acreditando que recuperar os fios naturais depois de vários alisamentos é impossível.
Por esses motivos, você poderá esbarrar com comentários desencorajadores de amigos e até da sua família, logo num período em que precisa de força. Não se desespere! A transição capilar vale muito a pena, e no fim você vai estar tão poderosa e feliz com sua aparência que nenhuma opinião além da sua vai importar.
Se falta inspiração, falamos com seis mulheres que passaram por transições capilares e hoje são exemplos de uma mudança que vai muito além da estética. Veja só!
1. Ana Lídia Lopes, do Apenas Ana
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
A estudante Ana Lídia Lopes preferiu deixar as opiniões negativas sobre sua transição para o cabelo natural de lado, e foi fazer algo mais legal: vídeos com dicas de penteados e cuidados para quem estava passando por esta fase também.
Segundo ela, a primeira transformação veio de dentro, quando, em meados de 2014, decidiu seguir sua vontade de se libertar da química e da chapinha, procedimentos que fazia desde os 10 anos de idade. “Coloquei na minha cabeça que iria passar pela transição e nunca mais senti vontade de alisar, mesmo quando o cabelo ficava meio doido, com duas texturas e tal. A vontade de assumir quem eu realmente sou e de me aceitar era muito maior”, conta.  
Seis meses depois, Ana cortou as pontinhas lisas e conseguiu assumir seus fios naturais. Aos 16 anos, ela tem mais de 20 mil inscritos no seu canal do YouTube, onde continua dando dicas para cuidar dos cachos. 
2. Nina Gabriella, Youtuber
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
A youtuber Nina Gabriella alisava o cabelo com a química mais fraquinha do salão, pois nunca teve coragem de abrir mão completamente dos seus cachos. Mesmo assim, a transição capilar não foi fácil para ela: foram dois anos sem usar química até seu cabelo natural aparecer!
A espera valeu a pena. Hoje o cabelo volumoso de Nina é objeto de desejo e ela não vê problemas em dividir o que faz, postando vídeos com dicas de cuidados no seu canal com mais de 40 mil inscritos. “Eu nunca poderia imaginar o poder do meu cabelo, a confiança que ele me traria e que um dia todo esse processo pudesse se tornar inspiração para alguém”, conta.  
3. Luciene Batalha, blogueira
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
Sem paciência para esperar a raiz crescer e cortar o cabelo liso aos poucos, a blogueira Luciene Batalha escolheu pular o período de transição e partir para o big chop (ou grande corte).
Para ela, tomar essa decisão não foi difícil, complicado mesmo foi convencer o cabelereiro que fazia a química no seu cabelo. “Ele tentou de todas as formas me convencer a desistir, disse que ficaria curto demais e um monte de coisas. Deixei claro que sabia o que estava fazendo, mas mesmo assim, ele cortou apenas a metade”, conta. Ainda decidida, Luciene procurou outro salão no dia seguinte, fez o corte tão desejado e logo se livrou do alisamento.
Segundo ela, logo depois do corte, ainda com cachinhos tímidos e pequenos em comparação ao cabelão pelo qual ficou conhecida na internet, se sentiu mais fortalecida. “Mudei completamente minha maneira de ver o mundo e também a forma como as pessoas me viam. Quando ouvia críticas, eu mostrava que meu objetivo era maior e mais forte do que qualquer coisa que pudessem dizer para me desanimar”.
Luciene hoje tem um blog em construção onde pretende compartilhar dicas e seus segredos de cuidados para os cachos. Por enquanto, dá um follow lá no Instagram dessa moça e se inspire!
4. Katarina Mendes, administradora da página Faça Amor, Não Faça Chapinha
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
Katarina conta que, antes de assumir seu cabelo natural, nunca tinha conhecido o potencial dele. Isso porque começou a alisá-lo muito cedo, com 11 anos. “Fui do relaxamento na raiz até chegar na ‘escova inteligente’. Mas até hoje não sei o que ela tem de inteligente”, brinca.
Antes de iniciar um período sem química, ela ainda se aventurou no permanente afro, e não recomenda. “Eu achava que seria um milagre: o cabelo danificado com química que alisa ficaria cacheado e definido de novo, com mais química. Só que não”, conta.
O período de transição de Katarina durou três anos, período cheio de aprendizados e resistência contra as críticas. Mas tudo isso valeu a pena, não só pelo cabelo que hoje ela ama, como também pelo trabalho empoderador no movimento Faça Amor, Não Faça Chapinha do qual faz parte.
5. Maraisa Fidelis, do Beleza Interior
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
Ela é a prova viva de que a química pode acabar complicando mais o cabelo do que facilitando! Depois de diversos relaxamentos e permanentes, Maraisa Fidelis acabou sofrendo um corte químico. “Foi quando apliquei química duas vezes em menos de dois meses. O cabelo não aguentou e começou a quebrar”, lembra.
Isso a conduziu para um processo de quatro meses de transição. Ela cortava as partes mais fracas, até conseguir tirar toda a química e deixar o cabelo natural crescer fortalecido.  
Agora nada de descuidos para Maraisa. Ela vive de bem com seu cabelo, mantendo cuidados especiais com dias certos para lavagem e hidratação. “É todo um ritual que eu adoro, um momento meu. Hoje me sinto mais bonita e mais confiante”, conta.
6. Rayza Nicácio, blogueira e youtuber
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal
Rayza Nicácio era, como muitas outras mulheres, uma escrava da chapinha. Até que, durante uma viagem, precisou se libertar dela. “Eu não fazia chapinha sozinha, minha mãe me ajudava, e eu ia passar uma semana longe dela. Então, alguns dias antes de viajar, resolvi usar meu cabelo natural para ir acostumando”, conta.
Ela lembra de um aspecto ressecado e esticado por causa do uso constante da chapinha, mas mesmo assim, a revelação dos seus cachos fez sucesso. “Ninguém entendia por que eu escondia esse cabelo!”.
Depois disso, Rayza foi aprendendo sobre cortes, hidratação e penteados, para poder arrasar com o cabelão que tem hoje em dia. “Após assumir meu cabelo eu me senti liberta de toda pressão. Eu me sinto mais segura, mais confiante e muito mais feliz”, comemora.   

‘Nem lembrava como era meu cabelo natural’, desabafa Taís Araújo

Em bonito depoimento publicado no Facebook, a atriz contou sobre a transição capilar pela qual passou

Taís Araújo não cansa de ser maravilhosa! Uma das atrizes mais relevantes do Brasil atualmente, a estrela do seriado global “Mr. Brau” abraçou o feminismo e, nos últimos tempos, tem usado as redes sociais para discutir o papel dos negros e das mulheres no mundo de hoje. É uma importante ativista pelo empoderamento das meninas negras e, principalmente, na luta contra o racismo.

E uma das formas de empoderar outras garotas é por meio do cabelo. Dizer para elas ‘é ok usar os fios da forma que quiser’ – e, principalmente, mostrar que ninguém precisa ter o cabelo liso para se sentir linda . “Logo depois que terminei “Da Cor do Pecado” decidi fazer minha transição capilar. Isso tem 13 anos, na época nem sabia que tinha um nome. Meu desejo era deixar meu cabelo natural depois de tantos anos usando química. Eu nem me lembrava como ele era”, escreveu a artista em um bonito post no Facebook.
De acordo com ela, foram várias tentativas até encontrar penteados, escovas e tranças, mas valeu a pena esperar. “É difícil, sim, mas é tão legal a gente se olhar no espelho e se reconhecer como realmente é e gostarmos de ser como somos. Mudar é legal também, vale tudo, só não vale ser quem você não é! Lisa, cacheada, crespa, careca… não importa! Seja quem você é e sinta-se bem como você quiser”, finalizou. 
Confira o texto completo.




“O alisamento deve ser uma opção e não uma obrigação”. Com essa frase, a jornalista e blogueira do ótimo Cachos e FatosSabrinah Giampá já deixa claro qual o posicionamento dela: a mulher precisa, acima de tudo, aprender a amar e cuidar do seu cabelo como ele é.
“Ter fios crespos no Brasil é um ato político. Estamos inseridas em uma cultura muito racista e machista. Ela faz a gente se sentir feia e incompleta. O ideal de feminilidade é aquele cabelo liso e comprido. Você, infelizmente, se sente na obrigação de se enquadrar”, diz.
Refém de tratamentos químicos por mais de 30 anos, ela conta ter redescoberto a si mesma e, principalmemte, a felicidade somente quando resolveu assumir, de vez, os cachos. “É um processo difícil, eu sofri bullying, traumas… Mas vale muito a pena. A pessoa precisa estar muito preparada internamente. Porque ela vai lidar com o preconceito da família, dos amigos, do namorado e até mesmo com o próprio. Cada cabelo tem a sua beleza e quando a mulher se olha no espelho e se aceita, todas as coisas boas acontecem”, explica.
Autora do recém-lançado “O Livro dos Cachos” (Ed. Paralela, R$ 39,90), segundo ela, uma pequena contribuição para a democratização dos crespos, Giampá, também uma cabeleireira com especialização em fios cacheados, adiantou para o MdeMulher 8 lições preciosas presentes na obra.
solange

  1. Assumir os cachos é um processo difícil, de descoberta, mas, certamente, você irá aprender a gostar muito mais de si mesma.
  2. Um dos primeiros passos é se desfazer daqueles preconceitos internalizados. Quem disse que para a mulher ser bonita é preciso ter fios lisos e compridos? A gente escuta desde pequena ‘cabelo crespo é ruim, é feio’. Isso é uma grande mentira e ela precisa ser combatida.
  3. Uma dica importante é a de SEMPRE ler os rótulos dos cosméticos e não se deixar seduzir pelo marketing . Muitas empresas colocam ingredientes naturais só para dizer que puseram, mas, na real, a quantidade é muito reduzida. Cada cabelo reage de um jeito diferente a cada produto e a única forma de saber se ela funciona para você, é testando e, ao ler os componentes [no livro você encontra uma listagem com as funções de cada um deles], quem sabe, da próxima vez, você encontra um produtinho mais barato com os mesmos ingredientes daquele um pouquinho menos em conta.
  4. Você não pode ser escrava do cabelo. Nossa vida é interessante demais para gente se preocupar, por exemplo, com um cronograma capilar, sabe.
  5. A natureza sabe e ela faz o cabelo do jeitinho que mais combina com o nosso rosto.
  6. E ter cabelo natural não é nada caro, pelo contrário. Você vai ficar livre da chapinha, da progressiva e de outros tratamentos agressivos para você – e seu bolso.
  7. Acho que uma das lições mais incríveis é de que quando você se gosta, acaba se tornando livre, resgata a sua autoestima e se empodera.
  8. O livro traz um pouco do trabalho que eu faço no blog, essa coisa de uma mulher ajudar a outra, empoderar a outra. Ensinar novas dicas de cuidados, finalizações… Ainda faltam muitas referências para as mulheres crespas e eu fico feliz de colaborar, nem que seja um pouquinho, para ajudar mais garotas a se amarem do jeito que são.

Babosa: uma planta multifuncional
De origem africana, a babosa pertence à família das Liliáceas e é parecida com o cacto. Existem aproximadamente 300 espécies de babosa, mas a Aloe vera é a mais conhecida.

A caraguatá, como também é chamada, é carnosa, firme e quebradiça, recheada com um líquido viscoso e macio. Possui espinhos em suas folhas, as quais podem medir até 50 cm de comprimento. É típica de clima quente e solo bem drenado.


Rica em lignina, minerais, cálcio, potássio, magnésio, zinco, sódio, cromo, cobre, cloro, ferro, manganês, betacaroteno (pró-vitamina A), vitaminas B6 (piridoxina), B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3, E (alfa tocoferol), C (ácido ascórbico), ácido fólico e colina, esta planta pode ser utilizada de diversas formas, para vários fins.

No tratamento de queimaduras, ferimentos, inflamações, queda de cabelo e espinhas, a babosa é utilizada em uso tópico. Sua polpa pode ser utilizada como vermífugo e digestivo em uso interno e sua resina - resultado de mucilagem, após secagem das folhas – pode ser utilizada como laxante. Ela auxilia, ainda, no fortalecimento do sistema imunológico e também no controle da diabetes, uma vez que tem capacidade de controlar os níveis de glicose sanguínea.


Curiosidades:

Alguns historiadores consideram que a babosa é o grande segredo de beleza utilizado por Cleópatra, no antigo Egito e que ela era transportada pelos soldados de Alexandre, o Grande, como medicamento de primeiros socorros.

Antigos grupos indígenas mexicanos e da América do Norte utilizavam esta planta para tratamento da pele, cabelos e problemas estomacais.



Airfryer Avance 728 x 90

Curte aí!

https://www.youtube.com/watch?v=Vd5B7ZJOUEc
<!-- COMEÇO do código HTML da afiliação zanox--> <!-- (O c&oac. Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Google+ Badge

SORTEIOS

OI GENTE TUDO BEM COM VOCES? EM BREVE HAVERÁ SORTEIOS AQUI NO BLOG ENTÃO DEIXE NOS COMENTARIOS DICAS E IDEIAS DE QUE TIPO DE PRODUTOS VOCES...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Total de visualizações de página

You tube

Loading...

Pesquisar este blog

Follow by Email

Pesquisar este blog

Follow by Email

tradutor

Páginas